Jornal São Paulo Zona Sul

Fundação Dorina Nowill celebra 74 anos

Por Alexandre Munck *

Em 11 de março de 1946, nascia a Fundação para o Livro do Cego no Brasil: uma iniciativa de mulheres lideradas por Dorina Nowill buscando ampliar o acesso de pessoas com deficiência visual aos livros em braile e à autonomia.

O que começou com uma transcrição manual de livros em braile para a criação de uma biblioteca se tornou uma instituição reconhecida internacionalmente. Com mais de 70 anos de atuação, a Fundação Dorina carrega o nome e o legado de nossa fundadora na luta pela autonomia e inclusão social de pessoas cegas e com baixa visão.

Hoje completamos 74 anos de história com muito o que comemorar, desde políticas públicas conquistadas até o impacto positivo gerado na vida de milhões de pessoas de todas as idades, por meio dos serviços especializados oferecidos, da distribuição de livros em formatos acessíveis pelo Brasil e muitas outras ações.

A Fundação em 2019

Foto da pedagoga Karina em atividade com o adolescente João. Eles estão posicionados ao lado direito da foto, ele sentado com as mãos apoiadas sobre uma mesa branca e ela sentada ao lado dele, com uma das mãos apoiadas sobre a mão dele. Ambos estão sorrindo, com a cabeça inclinada para a mesa. Sobre a mesa estão letras do alfabeto e peças coloridas de um mapa. Karina está com o jaleco da Fundação e João está de óculos, camiseta branca com letras vermelhas e blusa de moletom cinza e azul.

Somente no último ano, as realizações já foram grandiosas. O trabalho realizado por 129 colaboradores, 348 voluntários, doadores e centenas empresas amigas e Parceiras de Visão resultou em cerca de 39 mil atendimentos de pessoas cegas e com baixa visão e suas famílias na área de habilitação e reabilitação.

Além disso, mais de 15 mil profissionais foram sensibilizados a respeito da deficiência visual e 116 pessoas foram qualificadas e incluídas no mundo do trabalho. Realizamos também o I Encontro com Editoras, que contou com mais de 150 profissionais do segmento para falar sobre a acessibilidade no mercado editorial.
Comemoramos o lançamento mundial do LEGO Braille Bricks, recurso pedagógico inclusivo e inovador que já está transformando a alfabetização de crianças com e sem deficiência visual. Nossa metodologia de capacitação de educadores já alcançou os estados de São Paulo e Bahia!

Na distribuição de livros acessíveis – atividade que iniciou o nosso trabalho -, mais de três mil instituições, escolas e organizações de todos os estados brasileiros foram beneficiadas com a produção e distribuição gratuita de milhares de livros em braile, áudio e digital acessível. Os empréstimos de livros acessíveis somaram mais de 12 mil, tanto via Biblioteca Circulante do Livro Falado como em downloads pela Dorinateca , nossa biblioteca digital.

E, além de distribuir e emprestar, também promovemos a leitura acessível em todo o Brasil, por meio de um trabalho em rede, que conta com cerca de 900 profissionais promotores de leitura parceiros. A Rede de Leitura Inclusiva realizou 45 ações, entre elas, a segunda edição do Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva.

Novo ano, novos rumos

Foto da atual fachada da Fundação Dorina, com destaque para as cores amarela, cinza roxa, com o logotipo da Fundação e o número do prédio em relevos, fixados na parede. de entrada.

Todos esses importantes resultados já seriam grande motivo de comemoração no dia de hoje. Mas ainda há outra razão para celebrar um novo ano na Fundação: a ampliação do horário de funcionamento da nossa equipe de atendimento.

Neste mês de março, o atendimento especializado passou a funcionar em horário estendido, das 07h às 19h, de segunda a sexta-feira.

Queremos reforçar a possibilidade de ampliação de atendimentos, beneficiando ainda mais pessoas com deficiência visual e suas famílias, diminuindo o tempo de espera e fortalecendo ainda mais o pilar de habilitação e reabilitação, do qual a Fundação Dorina é pioneira no país.

Por tudo isso, queremos comemorar muito com todos os nossos queridos colaboradores, voluntários, conselheiros, doadores, parceiros, patrocinadores e, especialmente, com as pessoas atendidas aqui! Feliz aniversário, Fundação Dorina!
*Alexandre Munck é Superintendente Executivo da Fundação Dorina Nowill para Cegos

Comentar