Siga-nos

Solidariedade

Funcionário do Metrô SP realiza trabalho voluntário há 15 anos

Publicado

em

No próximo sábado, 29, 120 marmitas elaboradas pelo assistente administrativo do Metrô, Wagner Pavanelli e equipe serão distribuídas aos moradores de rua, de Jandira e região. Essa ação que acontece todos os sábados, e é realizada pelos colaboradores da Casa Espírita a Luz do Cristo, das 18 hs  às 21hs.

As ações de voluntariado de Wagner Pavanelli começaram em 2005, quando atendeu o sonho de uma menina moradora de Cidade Tiradentes, no extremo Leste da Capital, cujo sonho era comer lazanha, com frango e maionese, Pavanelli, que já era conhecido dos colegas do Metrô pelo talento na cozinha, se comprometeu em atender o pedido da jovem.

Com a ajuda de amigos e colegas, conseguiu comprar os ingredientes e fazer a tão sonhada lazanha, que se somaram a macarronada, o frango assado, a maionese, refrigerantes e pudins. Armazenou tudo direitinho e seguiu rumo à casa da menina e seus irmãos. “A alegria, a felicidade daquela menina e de seus irmãos foram tão significativas para mim, que não parei mais de ajudar as pessoas”, diz emocionado.

Pavanelli conta orgulhoso que em todas as suas ações sempre tem a ajuda e apoio dos colegas do Metrô, e que na Companhia, outros empregados também realizam ações de ajuda ao próximo.

Em 2013, com ajudas dos colegas e amigos do Metrô, o IECIM – Instituto Espírita Cidadão do Mundo de Santana de Parnaíba, da qual participa, distribuiu 13 mil cestas básicas para a população carente. Essa atividade é realizada todos os anos.

Há dois anos, voltou a ter problemas de saúde e desde então, faz hemodiálise três vezes por semana, mas nem isso o afastou do propósito de ajudar o próximo. “Esse trabalho é o remédio que me dá forças para seguir em frente”, diz animado.

A cada dois meses, junto aos amigos, arrecada fundos para a doação de cerca de 100 cestas básicas para as tribos indígenas das aldeias Araçá Mirim (Pariquera-açú) e Gwawira-ty (Iguape) em um asilo (Sete Barras), no Vale do Ribeira.

Wagner Luiz Pavanelli, é paulistano, morador do bairro da Vila Guarani. Tem 57 anos, é casado e tem três filhos.

Está na Companhia desde 19/05/ 1986, iniciou carreira na Segurança, passou ainda pela Operação, Manutenção e agora está lotado no CCO – (Centro de Controle Operacional) do Metrô de São Paulo, na região do Paraíso.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados