Siga-nos

Ecourbis

Fique atento ao horário da coleta

Publicado

em

Parece improvável, mas um dos problemas enfrentados pelas equipes de limpeza urbana da cidade é a desatenção do munícipe com relação aos horários da coleta de resíduos comuns ou recicláveis.

A confusão pode trazer vários transtornos. Um deles é o ataque de animais aos sacos de lixo colocados na rua fora de hora. Ou a proliferação de insetos. Em dias de chuva, a enxurrada pode carregar recicláveis ou lixo comum e entupir bueiros, provocar alagamentos e, consequentemente, levar lixo comum para nossos rios e oceanos.

Novos horários

A coleta de resíduos comuns e também a coleta de recicláveis ou resíduos especiais de saúde são serviços prestados, nas zonas sul e leste da capital, pela concessionária Ecourbis Ambiental.

Recentemente, com o objetivo de garantir que as coletas domiciliar e seletiva sejam realizadas sempre da melhor forma possível, a EcoUrbis, com anuência da Amlurb – Autoridade Municipal de Limpeza Urbana, promoveu adequações nos dias e horários que os serviços são realizados em algumas subprefeituras.

Na zona leste, por exemplo, a coleta domiciliar foi modificada em alguns setores das subprefeituras de Cidade Tiradentes, Guaianases, Ipiranga, Itaim Paulista, Itaquera, São Mateus, São Miguel Paulista, Sapopemba e Vila Prudente. Ainda na zona leste, a coleta seletiva teve alterações nas subprefeituras de Cidade Tiradentes, Itaim Paulista, Itaquera e São Mateus.

Na zona sul, por sua vez, foram feitas modificações tanto na coleta domiciliar quanto seletiva em setores das subprefeituras de Cidade Ademar, Campo Limpo, Capela do Socorro, Jabaquara, M’Boi Mirim, Parelheiros, Santo Amaro e Vila Mariana.

Os novos planos de trabalho, aprovados pela Amlurb em 9 de fevereiro, contemplam mudanças no período (diurno e noturno), frequência (dias da semana) e horário estimado em que o caminhão passa em cada endereço.

E desde 3 de março, os serviços nessas subprefeituras já  estão sendo executados de acordo com os novos planos. Os moradores dos setores que tiveram mudanças começaram a ser informados por meio da entrega de panfletos em 17 de fevereiro, na zona leste, e a partir de 22 de fevereiro, na zona sul.

No site da EcoUrbis é possível conferir o período e frequência da coleta por meio da ferramenta “Horário da Coleta” – ecourbis.com.br/coleta/index.html. Nesse primeiro momento, os horários nos setores que tiveram mudanças na frequência ou período ainda não estão disponíveis porque a concessionária fará o cruzamento de dados em sistema após aproximadamente quatro semanas para depois incluir no site o horário mais próximo possível.

   As alterações levaram em conta diversos aspectos relacionados com o sistema viário da cidade de São Paulo, que é bastante dinâmico e está em constante mudança.

Atenção

Com as mudanças, é preciso ficar atento ao dia exato de cada tipo de coleta.

Porque outro problema sobre a desatenção é confundir ou errar a data da coleta tradicional com a coleta seletiva.

Se os recicláveis forem colocados na data ou horário da coleta tradicional, o material será destinado ao aterro comum e o material separado se perde.

Na condição inversa, se os resíduos comuns forem colocados na rua em dia de coleta seletiva, o material orgânico vai contaminar os recicláveis e muito do que estiver no caminhão especial se perde.

Acondicione corretamente

Em se tratando de descarte correto dos resíduos gerados em nossas casas, também é importante lembrar que devem ser acondicionados de forma correta.

Isso significa usar um saco resistente. Em se tratando de tempos de pandemia, a orientação é para usar, se possível até, dois sacos e  não preenchê-los totalmente – apenas dois terços.

Ainda assim, evite colocar peso excessivo, para não rasgar. Vale o mesmo para materiais perfurocortantes, como vidros quebrados, espetos de madeira ou outros objetos pontiagudos. Nesses casos, coloque os espetos ou os vidros dentro de uma garrafa pet com tampa ou caixa de papelão (como uma caixa de sapatos ou mesmo embalagem longa vida) e sinalize.

Não atrase,

nem antecipe

Igualmente essencial é apontar que não se deve antecipar nem postergar a disposição dos resíduos para fora de casa.

A equipe de coleta pode enfrentar problemas de trânsito ou similares e por isso atrasar em até três horas, eventualmente, o horário marcado e disponível no site ecourbis.com.br/coleta/index.html.

Mas, o ideal é deixar o lixo na rua até duas horas antes do marcado para o caminhão passar por ali, o que evita diversos problemas já citados.

Fique ainda atento ao fato de que em algumas vias a coleta seletiva pode, por exemplo, passar no período noturno e, já na manhã seguinte estar programada a equipe da coleta tradicional de resíduos.  Se deixar a coleta seletiva depois do horário previsto, ela pode acabar sendo levada pelo caminhão comum na manhã seguinte. E se deixar os resíduos orgânicos e rejeitos no período noturno, muito antecipadamente, ele pode ser levado pelo caminhão da coleta seletiva e, dessa forma, contaminar os itens recicláveis.

Respeito

ao coletor

Dar um nó correto e firme, usar sacos resistentes, respeitar o horário previsto da coleta, separar corretamente recicláveis dos resíduos comuns e rejeitos são atitudes de civilidade, e, acima de tudo, demonstração de respeito aos profissionais que trabalham na limpeza pública.

Com as recentes mudanças de cronograma da coleta em vários bairros, também é possível que encontre caminhões em novos horários durante seu roteiro pelo bairro. Não buzine para a equipe e respeite o trabalho dos profissionais.

Outros aspecto importante a se ressaltar é que a separação de materiais recicláveis garante o sustento de milhares de famílias que trabalham em cooperativas conveniadas com a Prefeitura. Toda a renda obtida com a venda dos recicláveis é revertida para as cooperativas.

Entulho

É possível descartar entulho para a coleta domiciliar tradicional de resíduos, desde que seguidas algumas regras.

O descarte não pode ultrapassar 50 quilos e as sobras de material de construção devem ser colocados dentro de sacos apropriados, resistentes, vendidos em casas de material de construção.

Acima dessa quantidade, será necessário levar o material a ecopontos (até um metro cúbico por dia) ou contratar caçambas regulamentadas pela Prefeitura e que darão destino correto ao material.

Advertisement
3 Comentários

3 Comments

  1. Isaura Justino

    5 de abril de 2021 at 20:26

    Afinal qual o horário da coleta naboarte da manhã?
    Sugestão: Qual motivo as coletas não podem ser feitas a noite. Tanto lixos comuns quanto os recicláveis.

  2. Jornal Zona Sul

    6 de abril de 2021 at 11:11

    Sobre o horário de cada tipo de coleta, é realizado conforme situações de tráfego e análise de mobilidade em cada região ou bairro da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados