Siga-nos

Saúde

Fechamento do hospital Santa Marina surpreende pacientes no Jabaquara

Publicado

em

Sem avisar aos beneficiários do Plano de Saúde próprio, hospital deixou aos poucos de atender

Março de 2009 – é anunciada a venda do Hospital Santa Marina.

Abril de 2011 – funcionários se queixam de estar há mais de seis meses (alguns deles ainda mais tempo) e denunciam o fechamento de alas, falhas na coleta de lixo hospitalar, inexistência de material para atendimento ao público… .

Agosto de 2011 – leitores procuram o jornal São Paulo Zona Sul desesperados. Alguns contam que vêm pagando o plano de saúde atrelado ao hospital – o Santa Marina Saúde – sem saber que o hospital já estava de portas fechadas.

Uma equipe do jornal SP Zona Sul esteve no Santa Marina esta semana. Não há placas indicando que esteja fechado, mas também não há movimento de pacientes ou ambulâncias. A porta está semicerrada.
O diretor ainda se limitou a dizer que tanto o hospital quanto a carteira de associados do Santa Marina estão sendo negociados, o que deve ser concretizado até setembro…

Procon orienta beneficiários a buscar ANS

 

“O Procon nunca orienta para que se deixe de pagar o plano de saúde, até porque isso significaria um rompimento ou desistência do contrato”, diz Samantha Pavão, especialista em direitos do consumidor do Procon de São Paulo. Ela orienta os beneficiários do Plano de Saúde Santa Marina a buscar a solução junto à ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), pelo telefone 0800701956 ou pelo site www.ans.gov.br. “De qualquer forma, tanto os pacientes do hospital quanto aqueles que aderiram ao Plano de Saúde podem também fazer denúncias ao Procon”, diz ela. Para quem tem mais urgência de garantir a cobertura do atendimento médico,a dica é buscar apoio imediato no poder judiciário, através de uma ação.

A especialista ainda ensina que os beneficiários do plano de saúde podem buscar outra operadora e pedir a migração. “Em julho teve início a portabilidade, e mesmo mudando de operadora o beneficiário vai manter seus direitos. Por isso é importante o pagamento estar em dia, pois esta é uma das regras a ser obedecida para garantir a troca de plano de saúde”, explica.

Pavão afirma ainda que cada caso será analisado individualmente e, por isso, é importante buscar orientação junto aos órgãos dos consumidores. O Procon atende pelo telefone 151 ou em postos do Poupatempo, com agendamento pelo telefone 0800 772 36 33.

Advertisement
2 Comentários

2 Comments

  1. Sebastião Ronildo Dantas

    19 de agosto de 2013 at 1:22

    Boa noite e uma ótima noticia a venda do hospital santa marina porque minha esposa trabalhou 15 anos foi mandada embora e não recebeu seus direitos ela e as colegas de trabalho sofreram bastante com o fechamento do hospital

  2. KELLY

    29 de outubro de 2015 at 10:23

    E UMA PENA UM HOSPITAL DESSE PORTE TER UM FIM DESSE… ESSE E O BRASIL TERRA DA IMPUNIDADE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados