Siga-nos

Solidariedade

Expansão de hospital do Graacc vai ficar pronta em abril de 2013

Publicado

em

A Prefeitura doou um terreno de mais de quatro mil metros quadrados, na Vila Mariana, para o GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer). A área será usada para ampliação do hospital da entidade, que já é referência no tratamento e pesquisa do câncer infanto-juvenil na América Latina, principalmente em casos de alta complexidade.
O terreno de 4.191 m² que dará espaço ao novo anexo foi doado pela Prefeitura. Com previsão de entrega para abril de 2013, as adequações vão ampliar em 30% a capacidade de atendimento.
O hospital tem alcançado índices de cura de cerca de 70% de seus pacientes, a mesma marca de instituições europeias e norte-americanas. Com esta expansão, terá um avançado Centro de Radioterapia Pediátrica que permitirá reduzir efeitos colaterais, aumentar a eficiência do tratamento e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.
As obras foram vistoriadas esta semana pelo prefeito Gilberto Kassab. “É uma satisfação contribuir com uma obra tão importante para a cidade”, disse Kassab. “Nossa presença aqui serve para registrar nosso agradecimento e parabenizar o trabalho de todos os profissionais que trabalham dessa instituição”, destacou o prefeito, acompanhado do presidente do GRAACC, Sérgio Amoroso, e de membros do conselho da organização.
Uma das mais respeitadas e bem-sucedidas ONGs do País, o GRAACC foi criado em 1991 e tem a missão de garantir a crianças e adolescentes com câncer todas as chances de cura com qualidade de vida. O GRAACC realiza mais de 23 mil consultas, 1,4 mil cirurgias e 1,7 mil sessões de quimioterapia anualmente em seu hospital.
O Centro de Radioterapia Pediátrica ocupará uma área de cerca de 600 m² em posição estratégica no novo anexo, permitindo a integração com diferentes setores atuais do hospital, entre eles, o serviço de imagem. Os equipamentos permitirão a realização de radioterapia tridimensional, com intensidade modulada estática e movimento, guiada por imagem e radiocirurgia, além de procedimentos necessários a pacientes de transplante de medula óssea.
Além disso, haverá uma área de reabilitação e pesquisa genética, biológica, cirúrgica, patológica e clínica, bem como a ampliação dos centros cirúrgicos, do Centro de Transplante de Medula Óssea e o número de leitos. “Atendemos casos que precisam ser tratados em centros especializados e completos”, acrescenta Petrilli ao lembrar que os pacientes com tumores de alta complexidade resultam em uma permanência maior no hospital, aumentando a taxa de ocupação de leitos.
“A ampliação vai permitir que o GRAACC invista ainda mais em pesquisas para aumentar as chances de cura dos pacientes. Além disso, trará a oportunidade de disseminar estudos sobre a doença e de formar novos profissionais voltados à área de oncologia pediátrica”, observou Sérgio Petrilli, médico superintendente do GRAACC.

 

Obras estão em ritmo acelerado para ampliar centro de referência em tratamento do câncer infanto-juvenil

 

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados