Siga-nos

Cinema

Estreias se dividem em música, sensualidade ou animação em Lego

Publicado

em

Nem toda semana o mundo do cinema está cheio de estreias, mas isso não quer dizer que não tem nenhum filme bom entrando em cartaz! Essa semana chega à telona a sequência “Cinquenta Tons Mais Escuros”, a comédia animada “Lego Batman: O Filme” e um drama com as atrizes Taraji P. Henson, Octavia Spencer e Janelle Monáe superando o racismo imposto contra suas personagens em “Estrelas Além do Tempo”.

Na adaptação do segundo livro da trilogia o filme “Cinquenta Tons Mais Escuros” trata de como Anastasia (Dakota Johnson), incomodada com os hábitos e atitudes de Christian Grey (Jamie Dornan), decide terminar o relacionamento e focar no desenvolvimento de sua carreira. Ele, no entanto, não desiste tão fácil e fica sempre ao seu encalço, insistindo que aceita as regras dela. Tal cortejo acaba funcionando e ela reinicia o relacionamento com o jovem milionário, sendo que, aos poucos, passa a compreender melhor os jogos sexuais que ele tanto aprecia. O filme tem sua classificação indicativa para maiores de 16 anos.

Nessa adaptação do herói “Lego Batman: O Filme” traz o homem morcego com um temperamento extremamente egocêntrico e com uma vida solitária como o herói de Gotham City. Apesar disto, ele curte bastante o posto de celebridade e o fato de sempre ser chamado pela polícia quando surge algum problema – que ele, inevitavelmente, resolve. Quando o comissário Gordon se aposenta, quem assume em seu lugar é sua filha Barbara Gordon, que deseja implementar alguns métodos de eficiência de forma que a polícia não seja tão dependente do Batman. O herói, é claro, não gosta da ideia, por mais que sinta uma forte atração por Barbara. Paralelamente, o Coringa elabora um plano contra o Homem-Morcego motivado pelo fato de que ele não o reconhece como seu maior arqui-inimigo. A animação é livre para todos os públicos!

O filme “ Estrelas Além do Tempo” passa-se em 1961, em plena Guerra Fria, com Estados Unidos e União Soviética disputando a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar a parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA. O filme também é livre para todos os públicos.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados