Jornal São Paulo Zona Sul

Estado entra em quarentena. Bares e restaurantes devem fechar

O Governo do Estado de São Paulo está decretando quarentena aos 645 municípios do estado de São Paulo de 24 de março até 7 de abril. A medida representa o fechamento de todo o comércio não essencial em todo o Estado de São Paulo. “Esse prazo pode ser estendido ou até suprimido conforme a situação verificada”, disse Doria, em coletiva há pouco, nesse sábado.

Serviços de saúde, segurança e limpeza pública continuam funcionando. Também estão excluídos estabelecimentos que oferecem alimentação ou atendimento em saúde (farmácias, hospitais, clínicas e dentistas).

Podem funcionar, portanto supermercados, hipermercados, padarias e açougues, mas bares e restaurantes deverão fechar as portas e só poderão atender em sistema de delivery. Também nas padarias, não será permitido o consumo em balcões ou mesas, apenas entrega e retirada.

Estabelecimentos que também ficam de fora da medida são pet shops, bancos, lotéricas, bancas de jornal, mecânicas, empresas de limpeza pública.

O prefeito Bruno Covas, que também esteve na coletiva, disse que há carros de som levando a mensagem de isolamento em residências à periferia. Ele confirmou que bares e restaurantes da capital também devem fechar e atender, exclusivamente, em sistema de delivery.

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!