Jornal São Paulo Zona Sul

Equipe da Prefeitura vistoriou Ipiranga

O prefeito em exercício, Eduardo Tuma, vistoriou na tarde desta segunda-feira (11) a avenida Teresa Cristina, no bairro do Ipiranga, Zona Sul, uma das regiões mais prejudicadas pela forte chuva que atingiu a capital desde as 19h de  domingo (10) e até as 7h de hoje.

Leia mais: Bruno Covas suspende licença e volta nessa terça ao cargo

Além do subprefeito do Ipiranga, Caio Lafete, Tuma estava acompanhado pelos secretários que compõem o Comitê de Crise:  Alexandre Modonezi (Subprefeituras), Marco Antônio Sabino (Comunicação), Edson Aparecido (Saúde), José Castro (Assistência e Desenvolvimento Social), Edson Caram (Transportes), Mauro Ricardo (Governo)  e José Roberto Oliveira (Segurança Urbana).

“O objetivo desta visita é acompanhar, de perto, as ações que foram determinadas pelo prefeito Bruno Covas. Ele está retornando de sua licença para finalizar as atividades que têm como meta principal fazer com que a cidade volte à sua normalidade”, afirmou Eduardo Tuma.

O secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, José Castro,  divulgou que, para amparar as famílias que foram retiradas das áreas de alagamento, estão sendo distribuídos cestas básicas, lanches, kits de higiene pessoal e de limpeza, além de colchões e cobertores.

Leia mais: Subprefeitura do Ipiranga indica pontos para doações aos desabrigados

Todas as Unidades Básicas de Saúde  (UBSs)  locais estão funcionando normalmente, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido.

Equipes de zeladoria, com caminhões hidrojatos e cata-bagulho, estão em ação na avenida Teresa Cristina e suas imediações, para torná-las transitáveis para a população.00

1 comentário

  • A Lei 16050/14 PDE e Lei 57.537-16 que dá as diretrizes instrumental para organização e Planejamento Urbano da Cidade e dos Bairros, dos quais trabalhei intensamente propondo e discutindo com a Sociedade em Audiências Publicas e Posterior aprovados pela TCM/CMSP ,se já tivessem sido implantadas desde 2020 no primeiro PDE desde de sua cria determinada pelo Estatuto das Cidades, certamente os estragos de bens Sociais teriam sido menor, mas infelizmente quem manda e força do Poder, qto pior melhor, estamos assistindo desde 1998 fincamento de Pilares ao dentro dos Córregos ao longo da Av. Anhaia Mello -V. Prudente – e Juntos Provisórias, além da destruição da lagoa que virou Pça e depois Terminal do fura fila no Ipiranga. No PDE propomos criação de mais áreas Parques com Plantio de arvores frutíferas, caminhos verdes e pques Lineares ao longo dos Córregos é Rios do Ipiranga e Cidade – várzeas ainda existente – Nestes cursos dágua o que vemos é o emparedamento ou afunilamento dos Córregos e Rios. Além da falta de controle na Lei de zoneamento qto aos 15% da area dos lotes para áreas permeáveis. o TCM/CMSP quem deveriam cuidar e controlar o Prefeito se silenciam em troca de cargos para amigos junto as Subprefeituras que trocam de Subprefeitos a cada 150 dias, e em suas maiorias não tem conhecimento e Planejamento Urbano, deixando os Bairros abandonados até mesmo sem limpeza Urbana, A Cidade envelheceu pela falta de Manutenção ou descaso do Poder Publico. Faltam 587 dias para Eleições Municipais, o povo esta de olho e pede mudanças, Juntos PODEMOS fazer acontecer

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!