Jornal São Paulo Zona Sul

Domingos de Moraes: ciclovia fica pronta em 31 de julho

As obras não pararam nem com a quarentena e a previsão deve se concretizar: a Ciclovia da Rua Domingos de Moraes, prometida há anos e adiada por conta das obras de expansão da Linha 5 – Lilás do metrô e também por conta de erros no projeto original, vai ficar pronta até dia 31 de julho. Pelo menos é o que prometem a Companhia de Engenharia de Tráfego e o Colégio Marista Arquidiocesano, responsável pelo custeio da obra como compensação ao município por ser um pólo gerador de tráfego local.

Em nota, o Colégio informou que as obras seguem conforme planejado. A execução dos serviços é de responsabilidade do Colégio, acompanhada pela CET, por meio de uma empresa contratada.

Alguns leitores relataram ter visto pessoas trabalhando na obra sem o uso de máscaras de proteção, por conta da pandemia de Covid no município. Segundo o Colégio, a empresa contratada para a execução do projeto que é responsável pelo fornecimento de EPI’s e demais equipamentos. E informa que os procedimentos foram reforçados para garantir a segurança dos trabalhadores.

Moradores também demonstraram preocupação com a proteção de árvores e arbustos ao longo do trecho.

“A obra se concentra entre a Av. Lins de Vasconcellos e a Rua Sena Madureira, portanto não haverá intervenções no canteiro em frente ao Shopping Santa Cruz. Nenhuma espécie de árvore será retirada”, aponta a nota enviada pelo Colégio.

Por fim, o Arquidiocesano também explica que a CET está acompanhando a implantação da faixa de rolamento da ciclovia na largura prevista”.

Antes mesmo do início da operação da Ciclovia, está prevista a retomada da Ciclofaixa de lazer – aquele projeto em que há sinalização implantada aos domingos e feriados, por algumas horas, para que a população possa usar suas bicicletas em área segura nos principais corredores viários urbanos. A Ciclofaixa de Lazer será retomada no dia 19 de julho e o Corredor Domingos de Morais, Jabaquara, Vergueiro, onde há obras da nova ciclovia, está incluído no trajeto.

A Prefeitura ainda não esclareceu como será a retomada da Ciclofaixa paralelamente à continuidade das obras físicas da ciclovia.

A ciclovia da Rua Domingos de Morais, que vai ligar a pista exclusiva da Rua Vergueiro com a ciclofaixa da Avenida Jabaquara, será segregada, ou seja, separada das faixas de rolamento – deve gerar mais segurança para quem usa as bikes, motoristas e pedestres. Vale ressaltar o recente e intenso aumento na circulação de bicicletas nos serviços de entrega por aplicativos.

As obras tiveram início em fevereiro com previsão de 100 dias para conclusão, mas a pandemia pode ter atrasado a conclusão.

Plano Cicloviário

O novo Plano Cicloviário da cidade de São Paulo prevê 173 quilômetros de novas conexões (integração da malha) e 310 quilômetros de reformas e melhorias em estruturas já existentes, sendo que 41 já foram entregues e outros 92 estão em obras, segundo a Prefeitura, mas muitos ativistas e ciclistas duvidam que a meta será atingida. O projeto também prevê 12 quilômetros de remanejamentos, considerando as particularidades do viário, a segurança dos usuários e a fluidez no trânsito. A cidade passaria dos atuais 503 quilômetros para 676km, ainda esse ano.

Entre as promessas, há novas pistas exclusivas para bikes previstas na rua Luís Góis, corredor formado pelas avenidas Prof. Abraão de Moraes/Ricardo Jafet, além de conexão da Avenida Bosque da Saúde com a ciclofaixa da Avenida Jabaquara.

Comentar