Jornal São Paulo Zona Sul

Dez dicas para um fim de ano sustentável

1. Dê presentes sustentáveis

Preste atenção em algumas características, como gasto de energia que o produto vai gerar, descarte futuro e real utilidade para o presenteado. Se possível, escolha alguns presentes produzidos localmente ou que vão gerar algum benefício social, como itens feitos por artesãos da cidade ou empresas socialmente responsáveis

2. Amigo secreto

É legal para evitar o consumo excessivo e pode ter uma versão social, ou seja, os participantes
oferecem também presentes comprados de entidades assistenciais

3. Evite itens descartáveis

Na hora da festa, prefira louças comuns em vez de descartáveis. Se foram inevitáveis, crie uma “lixeira” apenas para recicláveis e embalagens. Enxague-as antes do descarte

4. Separe os recicláveis

Acabou a festa? Separe garrafas de vidro ou pet, caixas e papéis de presente, sacolinhas, latinhas e encaminhe o material para reciclagem. Nas zonas sul e leste, a coleta seletiva é feita pela concessionária Ecourbis. Para saber a data de horário do serviço, acesse: ecourbis.com.br/coleta/index.html

5. Planeje as ceias e festas

Quantos convidados vão efetivamente comparecer? Será que vale a pena oferecer tanta comida e bebida? Além de ser um gasto desnecessário, pode não ser saudável. Invista em produtos de época e naturais, evitando itens industrializados. Acredite: não é melhor sobrar do que faltar

6. Distribua ou congele as sobras

Mesmo com planejamento, faltou gente e sobrou comida? Distribua as sobras entre os convidados ou congele. Não é “feio” levar sobras, “feio” é jogar comida fora.

7. Reaproveite enfeites e caixas

Precisa comprar luzes e enfeites de Natal ou dá para aproveitar os do ano passado? Se comprar itens novos, guarde para o próximo ano. Vale o mesmo para caixas de presentes.

8. Eduque a garotada

Aproveite para educar as crianças a partir das próprias expectativas delas. Ensine e separar as embalagens de presentes e outros itens recicláveis, a não deixar sobras de alimentos, a valorizar brinquedos que promovam interação e a doar roupas e brinquedos antigos porém em bom estado de conservação.

9. Pet não é presente

Animais de estimação não são brinquedos – são seres que sentem dor, frio, fome, sono. Então, não presenteie pessoas com cães, gatos, peixes ou pássaros. Quando optar por ter um animal doméstico, prefira a adoção e lembre-se de que ele vem com responsabilidades e em férias ou Natais futuros precisam ter onde ficar…

10. Escolha bem a sua árvore

Na hora de montar sua árvore de Natal, se optar por uma artificial, compre uma que dure por vários anos. Se for natural, escolha uma adequada para o plantio posterior .

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!