Siga-nos

Cultura

Defesa Civil fez vistoria na Cinemateca da Vila Mariana para avaliar riscos

Publicado

em

A Defesa Civil da cidade de São Paulo fez essa semana uma vistoria técnica na sede da Cinemateca Brasileira, na Vila Clementino. Segundo o órgão, a inspeção visual não identificou qualquer comprometimento na estrutura do prédio.

Segundo a Defesa Civil, a vistoria foi feita em todas as dependências do órgão, e foi acompanhada por representantes da subprefeitura da Vila Mariana e pelo secretário especial adjunto da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Hélio Ferraz de Oliveira.

A prefeitura de São Paulo informou que o espaço abriga bombeiros civis, “que se mostraram preparados para eventualidades”, e equipamentos de proteção contra incêndio dentro das normas estabelecidas. A administração da Cinemateca informou à Defesa Civil que o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) está em processo de renovação.

A sede da Cinemateca Brasileira fica na Vila Clementino, mas outra unidade da instituição fica na Vila Leopoldina, na zona oeste da capital, onde está armazenado parte do acervo. Além de salas de cinema, a Cinemateca é responsável pela manutenção e preservação do maior acervo da América do Sul, com mais de 42 mil filmes, além um milhão de documentos.

No dia 29 de julho, um incêndio atingiu a unidade da Cinemateca da Vila Leopoldina, destruindo parte do acervo audiovisual.

Incêndio na Cinemateca

André Porciúncula falou também sobre o incêndio que atingiu o galpão da Cinemateca Brasileira, localizado na Vila Leopoldina, zona oeste da capital paulista, no último dia 29. O secretário garantiu o acervo original da Cinemateca continua preservado, uma vez que ele se localiza em outro prédio. Segundo ele, nas próximas semanas deve sair o resultado da perícia.

(com informações da Agência Brasil)

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados