Siga-nos

Coronavírus

Cuidado com o golpe da mensagem falsa sobre vacinação contra Covid-19

Publicado

em

Sempre há criminosos tentando praticar golpes – e a internet se tornou um campo fértil para os mais diferentes tipos de práticas de enganação. Agora, com o processo de imunização contra Covid em andamento, a nova artimanha consiste em mensagens falsas propondo “agendamento para vacinação”.

Por isso, o Procon-SP encaminhou ao Delegado-Geral de Polícia do Estado de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, pedido de abertura de inquérito policial para averiguação de golpe de falsa vacinação.

Através de denúncias nas redes sociais, o Procon-SP detectou que o golpe consiste em disparos de mensagens para número indeterminado de pessoas de pretenso representante do “Ministério Público da Saúde” solicitando a conferência de recebimento de protocolo via mensagem de texto e seu respectivo reenvio por SMS, tudo sistematizado por contato de Whatsapp, com o falso pretexto de agendamento de vacinação.

Após a resposta ao texto recebido, são enviados ao cidadão softwares espiões responsáveis por copiar as senhas de acesso do usuário; possibilitando, assim, o cometimento de inúmeros crimes patrimoniais.

De acordo com o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez, o cidadão tem que ficar atento a esse tipo de mensagem e verificar junto às instituições oficiais. “Claramente trata-se de contato falso, de um representante de órgão público que sequer existe, solicitando cadastramento em campanha de vacinação fora dos padrões anunciados pelo Estado”, conclui.

Outra fraude

O próprio Procon-SP tem sido alvo de mensagens falsas e golpes na Internet.

Fraudadores estão utilizando esse momento de pandemia do coronavírus para criar perfis falsos da instituição e pedir dados pessoais. Os perfis oficiais da instituição são: @proconsp (facebook e instagram) e @proconspoficial (twitter); e o site é o procon.sp.gov.br

O Proconsp não pede dados pessoais aos consumidores por meio de suas redes sociais; as páginas oficiais da instituição são um meio para orientar os cidadãos sobre os seus direitos nas relações de consumo, prestar informações relevantes sobre o que está acontecendo no momento e receber denúncias de práticas abusivas.

“Infelizmente, criminosos estão aproveitando desta situação crítica e delicada pela qual passa a sociedade para dar golpes e prejudicar ainda mais as pessoas. O @proconsp pede que os consumidores estejam muito atentos e denunciem os perfis falsos para que possamos tomar atitudes enérgicas”, afirma Fernando Capez secretário Estadual de Defesa do Consumidor.

Veja alguns cuidados ao acessar as redes sociais do @proconsp:

– Nunca envie seus dados pessoais;

– Avalie a atividade do perfil, considerando que a página oficial do @proconsp posta vários conteúdos específicos sobre defesa do consumidor;

– Verifique a data da criação do perfil: o facebook e o twitter do @proconsp são de 2012 e o instagram, de 2019;

– Cheque a quantidade de seguidores do @proconsp: no facebook são 244 mil; no twitter, 52 mil e no instagram 31 mil

– Faça uma verificação em um buscador (google, por exemplo) sobre informações oficiais do @proconsp;

É preciso ter cautela e cuidado redobrado ao acessar o perfil de qualquer instituição oficial, sempre observando quais são os canais oficiais por meio de fonte segura e conhecida.

O @proconsp ressalta que, além dos cuidados com os falsos perfis em redes sociais, há outros golpes virtuais sendo praticados.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados