Jornal São Paulo Zona Sul

Clube de observadores se reúne para observar pássaros no Ibirapuera

A observação de aves é uma atividade que ganha novos adeptos a cada dia, no mundo inteiro, e é uma atividade benéfica para a cidade de São Paulo, por ter forte carga de consciência ambiental.

A experiência da observação estimula a percepção de inúmeros detalhes que proporcionam um grande aprendizado. Pensando no círculo vicioso do cotidiano, a observação de aves passa a ser uma forma de desaceleração podendo ajudar em casos de tratamento de doenças psicossomáticas.

O silêncio necessário para a observação de aves também nos ajuda a silenciar o eu interior, nos reconectando com nossas emoções e percepções, proporcionando uma introspecção necessária para nosso equilíbrio.

Por esses e outros motivos a UMAPAZ, convida a todos para participarem do próximo encontro do “Clube de Observadores de Aves do Parque Ibirapuera” que está programado para acontecer dia 2 de março, segunda-feira, sendo que a proposta inicial é de realizar uma observação mensal em toda primeira segunda-feira de cada mês.

 O encontro, que costuma sair Espaço UMAPAZ, passa pelo Viveiro Manequinho Lopes em direção ao Parque Ibirapuera e será das 07h00 às 09h30, quando as aves estão mais ativas. Não há necessidade de inscrição. A primavera e o verão também favorecem a prática, já que é época de reprodução, quando há pássaros migratórios e os machos cantam mais.

Recomendações

1- Chegar uns 15 minutos antes da saída, também não é preciso ter experiência em observação de aves. Os participantes, de qualquer idade, receberão as instruções necessárias para realizar a observação e o compartilhamento de informações referentes às aves avistadas;

2- Para não assustar aves, use trajes discretos e confortáveis, com cores que possam se camuflar no ambiente, também prefira usar calçado tipo tênis;

3- É importante ser silencioso, não conversar alto, para que as aves não se espantem;

4- Não é obrigatório, mas alguns equipamentos ajudam a realizar uma boa observação de pássaros:

O binóculo é muito útil para encontrar as aves entre as folhagens. Não existe um modelo específico, porém um modelo com aumento de pelo menos 8 a 10 vezes, peso leve e lentes com diâmetro maior, são mais fáceis de focar.A Câmera fotográfica, além de poderem funcionar como binóculo, também registram por meio de fotos, as aves avistadas.

O “playback”, termo usado para a reprodução do som do canto do pássaro com gravador para atraí-lo. Deve ser utilizado minimamente, de forma a não incomodar a ave, principalmente, em período de reprodução.

5- É importante ter em mãos um guia de aves, existem vários guias especializados que podem ser usados para consulta, caso não queira adquirir um você pode fazer um download, gratuitamente, do Guia de Aves da Cidade de São Paulo,

6- Um caderninho de anotações é bom para registrar a ordem e locais em que a espécie foi avistada

7- Uma garrafinha de água também é útil, pois não passaremos por bebedouros durante a observação;

8- Em caso de no dia estiver chovendo, a observação será substituída por uma roda de conversas, em sala, sobre o tema.

 

Sobre

Público: Livre.

Vagas: Sem limite

Dias: 02 de Março  (Próximos: Primeira segunda- feira de cada mês)

Horário: 7h00 às 9h30 (horário da atividade)

Local: Sede da UMAPAZ

Endereço: Av. Quarto Centenário, 1268

Pedestres: Portão 7A

Estacionamento: Portão 7A da Av. República do Líbano (Zona Azul)

Foto:Facebook/UMAPAZ

Comentar