Jornal São Paulo Zona Sul

Cinemateca exibe, grátis, clássicos que completam 20 anos em 2019

Durante as férias de meio de ano, a Cinemateca Brasileira realiza a Mostra 20×1999. A programação apresenta vinte filmes que completam 20 anos em 2019, abrangendo produções nacionais e internacionais que compõe em parte o acervo da instituição.

A Mostra proporciona a oportunidade de assistir no suporte original 35mm os longas-metragens que se tornaram bastante influentes para a linguagem e produção cinematográfica seguintes, como Magnólia, de Paul Thomas Anderson, vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim; o cult movie Clube da Luta, de David Fincher; O tempo redescoberto, de Rauol Ruiz, adaptação do cineasta chileno da obra-prima de Marcel Proust, Em busca do tempo perdido; Instituto de beleza Vênus, da francesa Tonnie Marshall; o terceiro filme a ser produzido segundo as regras do Dogma 95, Mifune, de Søren Kragh-Jacobsen; Tabu, do mestre japonês Nagisa Ôshima; Verão feliz, comédia de Takeshi Kitano e a adaptação da bem-sucedida série infantil, Castelo Rá-Tim-Bum: O filme, de Cao Hamburguer.

Sem esquecer fortes títulos do ano comemorado, como o importante marco do cinema de terror no estilo found footage, A Bruxa de Blair, de Daniel Myrick, Eduardo Sánchez; a animação Toy Story 2, de John Lasseter; a ficção científica Matrix, das Irmãs Wachowski; O sexto sentido, grande sucesso do cineasta e roteirista M. Night Shyamalan; Tudo sobre minha mãe, um dos mais premiados trabalhos de Almodóvar, As virgens suicidas, filme de estreia de Sofia Coppola; De olhos bem fechados, último filme dirigido por Stanley Kubrick; Quero ser John Malkovich, de Spike Jonze; Meninos não choram, primeiro longa metragem de Kimberly Pierce e O verão de Sam, de Spike Lee.

Por fim, integram a programação dois documentários brasileiros que marcaram o ano de 1999: Notícias de uma guerra particular, de Kátia Lund e João Moreira Salles e Santo forte, de Eduardo Coutinho – cuja única exibição será no sábado 13/7, em cópia 35mm.

A programação tem entrada gratuita. Os ingressos serão distribuídos na bilheteria uma hora antes de cada sessão, sujeito à lotação da sala.

Confira abaixo a programação. A sinopse dos filmes e outros detalhes técnicos podem ser conferidas no site cinemateca.gov.br.
A Cinemateca fica no Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Mariana.

PROGRAMAÇÃO
Primeira semana

Sexta-feira | 28/06- Sala BNDES: 19h – Meninos não choram; 21h – Tudo sobre minha mãe. Sábado | 29/06 – Sala BNDES: 15h – Toy Story 2; 17h – Instituto de beleza Vênus; 19h – Magnólia. Domingo | 30/06- Sala BNDES: 16h – As virgens suicidas; 18h – A Bruxa de Blair; 20h – Clube da Luta.

Segunda semana

Quinta-feira | 04/07- Sala BNDES: 19h – Tabu; 21h – Matrix; Sexta-feira | 05/07 – Sala BNDES: 19h – Notícias de uma guerra particular; 20h – Clube da Luta; Sábado | 06/07- Sala BNDES; 16h – Instituto de beleza Vênus; 18h – Mifune; 20h – De olhos bem fechados

Domingo | 07/07 – Sala BNDES: 16h – Verão feliz; 18h – O sexto sentido; 20h – O verão de Sam

Terceira semana

Quinta-feira | 11/07- Sala BNDES; 19h – O sexto sentido; 21h – Mifune; Sexta-feira | 12/07- Sala BNDES: 19h – Magnólia; Sábado | 13/07- Sala BNDES: 17h – Tabu; 19h – Notícias de uma guerra particular; 21h – Santo forte; Domingo | 14/07- Sala BNDES; 16h – Castelo Rá-Tim-Bum: O filme; 18h – Quero ser John Malkovich; 20h – Verão feliz

1 comentário

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!