Siga-nos

Trânsito

Luís Góis tem ciclofaixa

Publicado

em

Fotos: Thomas Wang/Bike Zona Sul

 

O processo foi lento e repleto de discussões. Mas agora é fato: a ciclofaixa da Rua Luís Góis finalmente sai do planejamento e se torna uma realidade, conectando as Avenidas José Maria Whitaker e Ricardo Jafet, facilitando a circulação dos ciclistas e conexão entre bairros como Moema, Mirandópolis, Vila Clementino, Vila Mariana e Ipiranga.

Nas últimas semanas, a Companhia de Engenharia de Tráfego retomou a pintura de solo e a implantação de sinalização horizontal no trecho, e informou que a conclusão está prevista para o início de dezembro.

A obra havia sido paralisada em março, pouco depois do início das obras. Na época, comerciantes e moradores contrários ao projeto solicitaram a interrupção e, a pedido do vereador Aurélio Nomura (PSDB), foi realizada uma nova audiência pública para debater os eventuais prejuízos que a ciclofaixa traria.

A maioria das queixas estava relacionada à redução das vagas para estacionamento de clientes, impedimento para carga e descarga no comércio local, dificuldade para embarque e desembarque de passageiros em pontos de ônibus ao longo da via e também de alunos em frente a escolas localizadas na via.  Agora, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito e da Companhia de Engenharia de Tráfego, esclareceu foi atendida a solicitação de implantação de sinalização em área escolar, bem como a orientação de locais para carga e descarga.

Trecho da via ficará sem ciclofaixa

Embora a expectativa inicial fosse de uma ciclovia ao longo de toda a vida, ou seja, desde a Avenida José Maria Whitaker até a Avenida Ricardo Jafet, na verdade um trecho não terá a sinalização especial para ciclistas: entre a Rua Três de Maio e a Rua Domingos de Morais.

Efetivamente, o trecho tem constantes congestionamentos em horários de pico e grande disputa por vagas de estacionamento. “É um trecho entre duas ciclofaixas existentes, também deveria ter ciclofaixa”, diz o cicloativista Thomas Wang, que integra o coletivo Bike Zona Sul (bikezonasul.org.br). “Os trechos existentes fazem sentido já que as ciclovias da Av. Ricardo jafet/Prof. Abraão de Morais e  da Av. José Maria Whitaker já foram aprovadas em audiência pública em 2020 e estão em licitação”, completa.

Ele solicitou que a estrutura fosse implantada de forma contínua, sem interrupções, por meio de ofício enviado à Secretaria Municipal de Transportes.

Wang aponta que a ciclofaixa será de extrema importância para garantir a segurança de ciclistas que se deslocam entre os bairros de Moema, Vila Clementino, Chácara Inglesa e Vila Gumercindo.

Ele ainda aponta que a ciclofaixa Luís Góis terá um papel importante de integração no Plano Cicloviário conectando as futuras ciclofaixas da Av. José Maria Whitaker e da Av. Dr. Ricardo Jafet, ambas previstas no Plano Cicloviário, com as ciclofaixas já existentes na Rua Primeiro de Janeiro/Alameda dos Boninas e Rua Domingos de Morais.”

A Secretaria de Transportes, entretanto, defende “o trecho da ciclofaixa da Rua Luis Gois iniciado na Av. José Maria Whitaker faz conexão com a

ciclofaixa existente na Rua Primeiro de Janeiro, Alameda das Boninas e Av. Jabaquara, permitindo assim a conectividade entre ciclofaixas e a intermodalidade com transporte coletivo público de média e alta capacidade (ônibus e metrô)”.

Ou seja, a Secretaria defende que os ciclistas, ao atingirem o cruzamento da Luís Góis com as ruas Três de Maio/Boninas, acessem a Boninas, onde há outra ciclovia, para só então chegar à Avenida Jabaquara e, caso desejem voltar a Luís Góis, que o façam voltando ao cruzamento com a Domingos de Morais. Para os técnicos, assim “preservam-se os trechos de maior demanda por estacionamento e carga e descarga para abastecimento do comércio, que ficam entre a Rua Primeiro de Janeiro e Av. Jabaquara”. E salientam que “essa conexão promove a continuidade do traçado da rede cicloviária na região, proporcionando aos ciclistas um trajeto seguro para as viagens entre os bairros mencionados”.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados