Siga-nos

Cultura

Chamamento público definirá novo gestor para Cinemateca

Publicado

em

Um chamamento público vai definir quem será o novo gestor da Cinemateca Brasileira, localizada no bairro Vila Mariana, em São Paulo. Segundo a portaria interministerial que anunciou o chamamento público, será contratada uma entidade privada sem fins lucrativos, uma organização social (OS), para assumir as atividades de guarda, preservação, documentação e difusão do acervo audiovisual da Cinemateca.

O acervo da Cinemateca é o maior da América Latina, com aproximadamente 240 mil rolos de filme, 41 mil títulos diferentes e 1 milhão de itens não fílmicos (como pôsteres, roteiros e outros). Para o secretário especial da Cultura, Mario Frias, a escolha do novo gestor é importante para a manutenção e difusão do acervo.  “A Cultura tem trabalhado com total dedicação a este assunto, com o objetivo de preservar o maior acervo do audiovisual da América Latina, onde possui documentos relacionados, todos eles, à história brasileira”, disse Frias.

A portaria foi publicada no Diário Oficial da União no dia 8 de junho e o início do chamamento público deverá começar em até seis meses da data de publicação. O Ministério do Turismo ficará responsável pela adoção dos procedimentos para divulgação das regras para seleção e qualificação da OS que vai gerir a Cinemateca.

A Cinemateca foi reabsorvida pelo Ministério do Turismo em agosto de 2020, após um  impasse na gestão da Cinemateca na metade do ano passado após a saída da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp), que fazia a gestão da entidade.

Vereadores debatem criação de Frente Parlamentar em defesa da Cinemateca

Em‌ ‌reunião‌ ‌ordinária virtual nesta‌ quarta-feira‌ ‌(16/6), ‌ os vereadores que compõem a Comissão de Educação, Cultura e Esportes apreciaram o PR (Projeto de Resolução) 12/2020, de autoria de diversos vereadores, que dispõe sobre a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Cinemateca Brasileira. A votação do parecer foi adiada para a próxima semana. Os parlamentares concordaram em fazer uma diligência ao local, além da adequação do texto da proposta.

Segundo o presidente da Comissão, vereador Eliseu Gabriel (PSB), a Cinemateca agrupa toda a produção audiovisual do Brasil das últimas décadas. É uma situação que continua delicada e causa preocupação, principalmente com a conservação do acervo existente.

“Eu sugiro que os vereadores da Comissão de Educação façam uma visita, tomando todos os cuidados necessários, à Cinemateca Brasileira. No ano passado, a situação era de eminente risco.  Precisamos ver como está a situação atualmente”, disse Eliseu.

Para um dos autores do PR, vereador Celso Giannazi (PSOL), a implantação da Frente é algo urgente para auxiliar na preservação da Cultura. “Houve um sucateamento na cidade São Paulo. O imóvel pertence ao município e é por isso que nós precisamos entrar nesse debate. A Frente é para discutirmos ações para tentar resgatar o maior acervo audiovisual da América Latina”, observou .

Já a vereadora Sonaira Fernandes (REPUBLICANOS) ressaltou o convite para que Comissão visite a Cinemateca. “A proposição deste Projeto de Lei diz sobre o nível de precariedade da Cinemateca, e eu estive lá e constatei. É de uma covardia, sem tamanho, dizer que lá está sucateado”, rebateu SonaIra que ainda solicitou o adiamento da apreciação do PR.

“Eu já tinha sido totalmente favorável à criação da Frente. Se os problemas já tiverem sido sanados, ela deve permanecer. É sobre a Cultura. A Frente pode ser usada de uma forma muito positiva”, comentou a vereadora Sandra Santana (PSDB), integrante da Comissão.

Os vereadores Cris Monteiro (NOVO), Eduardo Suplicy (PT) e Eli Corrêa (DEM) concordaram em apreciar o projeto na próxima reunião do colegiado e apoiaram a sugestão de visita dos parlamentares à Cinemateca Brasileira.

(Com informações da Agência Brasil e Câmara Municipal/Kamila Marinho)

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados