Siga-nos

Esporte

Centro Olímpico fica entre 10 melhores entidades esportivas em ranking nacional

Publicado

em

Apesar de boa parte das competições estarem suspensas no momento por conta da pandemia do novo coronavírus, o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP) conquistou um grande feito a se comemorar. Em ranking divulgado pelo Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), que contou com 166 clubes de todo o Brasil e levou em consideração os resultados em competições nacionais e internacionais em 25 modalidades entre 2017 e 2020, o COTP apareceu no Top 10 do “quadro de medalhas” da entidade, ocupando a nona colocação.

Para construir este quadro, o CBC primeiro levou em conta a pontuação de cada clube dentro de cada uma das 25 modalidades, de acordo com os resultados e o número de pódios obtidos nos eventos considerados válidos. Neste levantamento, o Centro Olímpico se destacou no wrestling e no atletismo, devido aos excelentes resultados obtidos nas categorias de base nos últimos anos.

No wrestling, o COTP liderou a classificação geral e acabou conquistando a “medalha de ouro”, ao somar 825 pontos, à frente da Associação Equilibrium (segundo, com 565 pontos) e do Vasco da Gama (terceiro, com 260).

Já no atletismo, o Centro Olímpico foi o terceiro melhor clube de todo o Brasil com 1.130 pontos, ganhando assim a “medalha de bronze”.

A entidade ficou atrás apenas dos dois principais clubes da modalidade, o Pinheiros (primeiro lugar, com 3.400 pontos) e a Orcampi (segunda colocação, com 1.740).

Foram estes dois “pódios” conquistados pelo Centro Olímpico que colocaram a instituição na nona posição no “quadro de medalhas” do CBC, dentro dos critérios adotados pela entidade. À frente do COTP ficaram, pela ordem, Pinheiros (SP), Minas Tênis Clube (MG), Flamengo (RJ), Espéria (SP), Aeroclube (RN), Grêmio Náutico União (RS), Sociedade Recreativa Mampituba (SC) e Sogipa (RS).

A excelente posição do Centro Olímpico no ranking do CBC vem coroar o trabalho realizado pela entidade nas categorias de base das dez modalidades olímpicas que fazem parte do programa esportivo (atletismo, basquete, boxe, futebol (feminino), ginástica artística, handebol, judô, natação, vôlei e wrestling).

No wrestling, por exemplo, o Centro Olímpico vem se destacando no cenário nacional e até internacional, com títulos nacionais e sul-americanos e medalhas conquistadas em Campeonatos Pan-Americanos, com atletas como Evelyn Matos, Vinicius Joaquim, Giovanni Piazza, Ailton Brito e Beatriz Rodrigues, entre outros.

Já no atletismo, o Centro Olímpico acumula medalhas e títulos na base. A entidade é hexacampeã nacional na categoria sub-16, pentacampeã brasileira no sub-18, e também conquistou o título de melhor equipe do país no sub-20, em 2016. A modalidade revelou inúmeros novos talentos para a seleção brasileira, sendo os mais recentes Caio Teixeira e Juliana Oliveira, entre outros.

Além das “medalhas” que o Centro Olímpico obteve no atletismo e no wrestling, também merece menção honrosa o desempenho da equipe de ginástica artística, que terminou o ranking da modalidade na quinta colocação.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados