Siga-nos

Construção e Reforma

Caixa d’água: como está a manutenção em sua casa?

Publicado

em

A concessionária responsável pelo abastecimento de água na cidade de São Paulo, a Sabesp, garante que a água que leva até o cavalete de cada imóvel na cidade é de qualidade e potável. Mas, será que a água que está saindo de suas torneiras tem a mesma qualidade daquela que passa pelo cavalete?
A empresa orienta que os clientes não devem apenas fazer a manutenção do encanamento, mas também garantir que as caixas d’água recebam limpeza periódica, a cada seis meses.
No site da empresa – www.sabesp.com.br – há até uma cartilha disponível para download com todas as dicas para que cada morador possa fazer a limpeza de sua caixa. Mas, vale destacar que muitos profissionais realizam também este tipo de serviço.
O ideal é estabelecer previamente a data, evitando dias em que haja compromissos ou que esteja prevista a visita de hóspedes. Evite riscos usando escadas e equipamentos adequados para acessar a caixa d’água ou chame um profissional gabaritado.
As etapas de limpeza preveem o fechamento do registro de entrada ou que a boia seja amarrada.
Uma dica é esvaziar as caixas, mas não completamente, para usar a própria água armazenada no fundo da caixa para efetuar a limpeza. Deixe cerca de um palmo, no fundo.
Outra sugestão importante é, ao esvaziar a caixa, deixar água armazenada em bacias e baldes para uso enquanto a limpeza é executada e também durante o processo de encher novamente as caixas. O ideal é deixar a limpeza mais pesada já executada: roupas e louça lavada, lavagem de áreas também.
Para lavar as paredes e o fundo da caixa, a Sabesp sugere um pano limpo e úmido. Mas, atenção: a sujeira pode ser intensa e necessitar de escovas feitas com fibra vegetal ou fio de plástico macio, especialmente se a caixa d’água for de fibrocimento. Não use escova de aço, vassoura, sabão, detergente ou outros produtos químicos.
Retire a água da lavagem e a sujeira com uma pá de plástico, balde e panos. Seque o fundo com panos limpos e evite passá-los nas paredes.
Ainda com a saída da caixa fechada, deixe entrar um palmo de água e adicione dois litros de água sanitária. Deixe por duas horas e use esta solução desinfetante para molhar as paredes com a ajuda de uma brocha e um balde ou caneca de plástico. Verifique a cada 30 minutos se as paredes secaram. Se isso tiver acontecido, faça quantas aplicações da mistura forem necessárias até completar duas horas.
Não use esta água de forma alguma por duas horas.
Passadas as duas horas, ainda com a bóia amarrada ou o registro fechado, abra a saída da caixa e a esvazie. Abra todas as torneiras e acione as descargas para desinfetar todas as tubulações da casa.
Procure usar a primeira água para lavar o quintal, banheiros e pisos. Por fim, não se esqueça de tampar bem a caixa d’agua para evitar sujeira e até mesmo a entrada de animais. Anote do lado de fora da caixa a data da limpeza e na agenda a data para a próxima limpeza. Abra a entrada de água da casa e deixe a caixa encher.

foto-3

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados