Siga-nos

Urbanismo

Audiências públicas debatem Plano Diretor

Publicado

em

Que São Paulo queremos no futuro? Que problemas atuais são resultantes da falta de planejamento no passado? Quem vive na maior cidade do país sabe de seu potencial e reconhece seus problemas. Mas, como evitar que se perpetuem, como impedir que ações atuais resultem em novos danos daqui a alguns anos? A visão e a opinião de cada morador pode ser compartilhada nos próximos dias em audiências públicas da Revisão do Plano Diretor Estratégico da cidade.
No final do ano passado, o prefeito Fernando Haddad enviou à Câmara um projeto de Lei com definições neste sentido. O vereador Nabil Bonduki, relator de texto substitutivo ao PL, de número 688/13, apresentou à Comissão de Política Urbana, Metropolitana e de Meio Ambiente sua proposta no final de março. E agora será a sociedade que deverá participar do processo dando sua opinião sobre este texto, que pode ser encontrado digitando no endereço: migre.me/iDm5H.
Para participar das audiências, é preciso se cadastrar previamente no site (www.planodiretor.camara.sp.gov.br).
A grande revisão acontece neste fim de semana, dais 5 e 6 de abril (sábado e domingo) no Centro de convenções Anhembi. É permitido se inscrever em apenas um tema e caso a inscrição ocorra mais de uma vez, a última inscrição anulará as anteriores.
Outras audiências, temáticas e regionais, estão programadas ainda para o mês de abril, na semana seguinte. Para toda a zona sul da cidade, o encontro acontecerá no Ceu Meninos, dia 15 de abril, terça-feira, das 19 às 22h.
O CEU Meninos fica na Rua Barbinos, s/n, São João Clímaco (Ipiranga).
As audiências dos dias 05 e 06 de abril são concentradas, no Centro de convenções Anhembi, à Av. Olavo Fontoura, 1209.
averá transporte gratuito no sábado, das 7h30 às 11h, a partir da estação de Metrô Tietê para o Anhembi e das 15h30 às 18h30 no sentido contrário (Anhembi – Metrô Tietê)
No domingo, o transpote gratuito funciona nos dois sentidos das 8h às 15h.
Grupos de trabalho

No sábado, os grupos de trabalho se reunem na parte da tarde e estarão divididos nos seguintes temas:

1 – Uso e ocupação do solo adensamento, outorga.
2 – Eixos de Estruturação da Transformação Urbana e Mobilidade.
3 – Cultura/ política de patrimônio cultural.
4 – Moradia – produção habitacional, Zeis.
5 – Moradia – Regularização fundiária e urbanização.
6 – Gestão democrática.
7 – Questão Ambiental na Macrozona de Proteção: Macroáreas, desenvolvimento da zona rural e instrumentos.
8 – Questão Ambiental na Macrozona de Estruturação Urbana: áreas verdes, mudanças climáticas e instrumentos.
No domingo, a continuidade dos mesmos grupos de trabalho já começa pela manhã, a partir das 9h.
Às 11h, está prevista a presentação de todos os grupos, com propostas contidas no Substitutivo e apoiadas pelo grupo, novas propostas, principais polêmicas debatidas.
O encerramento está previsto para 14h.

 

 

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados