A morte de um macaco bugio na área do Parque do Estado, devido à febre amarela, fez com que a Secretaria de Estado da Saúde determinasse o fechamento de todo o complexo à visitação pública. Zoo, Zoo Safári e Jardim Botânicos estão, por enquanto, fechados ao público.

Desde novembro, o jornal São Paulo Zona Sul já vinha questionando autoridades sobre eventual possibilidade de contaminação na área próxima ao Parque do EStado.

A informação é de que o fechamento é temporário e, posteriormente, os parques serão reabertos mas com placas informando que só pessoas vacinadas devem frequentá-los.

Vacinação

A medida também provocou outra alteração importante na vida de quem mora nos distritos vizinhos aos parques, na zona sul de São Paulo. A Secretaria Municipal de Saúde havia divulgado um calendário com distritos prioritários para que moradores recebessem vacina da febre amarela.

Vila Mariana, Saúde, Jabaquara, Ipiranga, Cursino estavam fora do cronograma inicial. Apenas a Vila Mariana seria incluída numa segunda etapa, a partir de março, e os demais seriam os últimos a receberem a campanha de vacinação. Entretando, com a confirmação da morte do bugio e fechamento dos parques, será antecipada a vacinação para quem vive ou trabalha no Jabaquara, Cursino, Cidade Ademar e Sacomã.

Áreas de risco

A Secretaria Municipal de Saúde está recomendando que, se possível, quem não está imunizado contra a doença, não se desloque para áreas com risco de infecção.

Em caso de extrema necessidade, porém, os moradores de São Paulo que se deslocarão para regiões de risco, em qualquer parte do território nacional, devem procurar as seguintes unidades: UBS Boracéa (Santa Cecília), UBS Dr. Carlos O. de Souza L. Muniz (Ponte Rasa), UBS Vila Curuçá e Jardim Campos (Vila Curuçá),UBS Vila Jacuí, AMA/UBS Integrada Vila Palmeiras (Freguesia do Ó), AMB Especialidades Tucuruvi (Santana), AMA/UBS integrada Paulo VI (Raposo Tavares), UBS José Marcílio Malta Cardoso (Rio Pequeno), UBS Parque da Lapa (Vila Leopoldina), UBS Jardim Edite (Itaim Bibi), AMA/UBS Integrada São Vicente de Paula (Ipiranga), Hospital Dia da Rede Hora Certa (Penha), UBS Vila Prudente, UBS Jardim Miriam II (Cidade Ademar), UBS Vila Constância (Cidade Ademar) e UBS Chácara Santo Antônio (Santo Amaro).

Cronograma

Antes da confirmação do caso no Zoológico, a SMS havia divulgado que a partir do feriado de 25 de janeiro, quinta, apenas distritos do extremo sul e zona norte da capital seriam vacinados até o final de fevereiro.

Em março, seriam incluídos: Ermelino Matarazzo, Itaim Paulista, Itaquera, Jardim Helena, Lajeado, Ponte Rasa, São Miguel, Vila Curuçá, Vila Jacuí, Arthur Alvim, Cangaíba, Carrão, Penha, Tatuapé, Vila Matilde.

Depois, seria iniciada uma campanha cautelar nos distritos Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação, Liberdade, República, Santa Cecília, Sé; Oeste (Alto de Pinheiros, Barra Funda, Butantã, Itaim Bibi, Jaguará, Jaguaré, Jardim Paulista, Lapa, Morumbi, Perdizes, Pinheiros, Rio Pequeno, Vila Leopoldina, Vila Sônia); e Sul (Campo Belo, Campo Grande, Cidade Ademar, Santo Amaro)

Por fim, a campanha vai atingiria os distritos de Água Rasa, Aricanduva, Belém, Brás, Cursino, Ipiranga, Jabaquara, Moema, Mooca, Pari, Sacomã, São Lucas, Sapopemba, Saúde, Vila Formosa, Vila Mariana, Vila Prudente.

O cronograma deve ser mantido, com exceção dos distritos mencionados, que ficam ao redor do Parque do Estado.

Veja a lista dos postos de saúde: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/saude/vigilancia_em_saude/Unidades%20para%20acao%20de%20vacinacao%20VIAJANTES_BAIXA%20(2).pdf

 

Compartilhe:

Comente essa matéria: