A Prefeitura prometeu que até o final deste mês, todos os buracos da cidade estarão tapados. Vai intensificar também os reparos em semáforos e as podas de árvores.

Depois de algumas pesquisas indicando queda na satisfação da população com a atual gestão, o Prefeito João Doria resolveu tomar algumas medidas. Uma delas foi a criação de grupos de Prefeituras Regionais na cidade e, cada um deles, coordenado por um Prefeito Regional escolhido por ele.

O nomeado para a região Sudoeste da cidade, que inclui Jabaquara e Vila Mariana, é Paulo Mathias, Prefeito Regional de Pinheiros conhecido por atuar com força nas redes sociais e interagir com a população até por WhatsApp que divulga publicamente.

A decisão foi anunciada por Bruno Covas, vice-prefeito e secretário das Prefeituras Regionais, e pelo próprio João Doria durante a reunião mensal de prefeitos regionais que aconteceu na terça, 10.

Paulo Mathias gravou um video que divulgou nas redes sociais comentando a decisão. “Vou ser o coordenador de cinco subprefeituras: Pinheiros, Lapa, Butantã, Vila Mariana e Jabaquara”, disse.

Ele explica que os objetivos da nova coordenação é aperfeiçoar os serviços de zeladoria, além de levar iniciativas bem sucedidas de Pinheiros, em especial no que diz respeito às parcerias com a iniciativa privada, para outras Regionais. “E vamos também buscar experiências em cada uma das Prefeituras Regionais, nas mais diferentes áreas”, diz.

No dia seguinte, já aconteceu a primeira reunião com os demais quatro prefeitos regionais do grupo.

Tapa-buracos

No Jabaquara e na Vila Mariana,  as Regionais anunciou já ter conseguido eliminar todos os buracos existentes no bairro, com queixas registradas na central de atendimento da Prefeitura. As dmais deverão seguir o mesmo ritmo.

Ao mesmo tempo, a Prefeitura anunciou esta semana o programa Asfalto Novo. A proposta é investir R$ 350 milhões em mais de três milhões de metros quadrados de vias em todas as Regionais.

Do total de R$ 350 milhões, R$ 210 milhões são provenientes do Fundo de Multas, R$ 100 milhões do Tesouro Municipal e os outros R$ 40 milhões serão investidos pela SPTrans no recape de corredores de ônibus. Além disso, a Sabesp fará o recapeamento de 400 mil metros quadrados de vias.

Os recursos do Fundo de Multas serão usados para esta finalidade pela 1ª vez no município. Em novembro de 2016, uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) passou a prever, entre as possibilidades de destinação dos recursos arrecadados com multas, “pavimentação, recapeamento, tapa-buracos e recomposição de pista e acostamentos”.

Segundo a Prefeitura, foram priorizadas as vias que estavam com o asfalto mais deteriorado. “Reconhecemos a necessidade dessa melhora na qualidade de nossas vias e, por isso, vamos seguir investindo não só em tapa-buracos, mas em recapeamento de alto padrão”, diz o vice-prefeito e secretário municipal das Prefeituras Regionais, Bruno Covas, pasta responsável pelo programa.

Compartilhe:

2 Comentários

  1. Com essa afobação toda, já imagino como será essa “operação tapa buracos”, jogar o asfalto encima do buraco, passar um carrinho e pronto. Na primeira chuva desmancha tudo de novo. Mesmo que o tapa buracos funcionasse a contento, fazendo “um buraco”e retirando o asfalto velho antes de colocar o novo, , adiantaria pouco, pois a cidade está em situação calamitosa e andar de carro por suas ruas é “solavanco” o tempo todo.

  2. Ana Lenice Fonseca da Silva on

    Moro na vila Gumercindo e está difícil escolher em qual buraco cair para poder transitar na rua onde moro e nas redondezas . Muitas vezes na tentativa de desviar dos buracos, corremos o risco de causarmos ou sofrermos um acidente de trânsito. Espero que nosso bairro faça parte da operação tapa buraco .

Comente essa matéria: