Tatuzão começou a abrir túneis da linha 5 do metrô

19 de setembro de 2013

As obras de expansão da Linha 5 Lilás do metrô, que vão ligar Santo Amaro à Vila Mariana, passando por Moema, agora chegam à fase de abertura do túnel entre os bairros. O megatatuzão, que começou a ser montado em julho, começou a operar na semana passada. O equipamento foi instalado na região onde será criada a estação Campo Belo, no chamado Poço Bandeirantes. De lá, vai cavar túneis em direção à Chácara Klabin, onde existirá uma interligação com a linha 2 – Verde, do Metrô.

A linha 5 também terá conexão com a Linha 1 – Azul, na estação Santa Cruz, onde está sendo construída uma nova estrutura de entrada e saída, na esquina das Ruas Pedro de Toledo e Domingos de Moraes.

“Começou a operar o primeiro Shield, o primeiro Tatuzão. Começa aqui, praticamente na Avenida dos Bandeirantes. Tem 10,5 metros de largura e vai fazer o túnel por onde vão passar os dois sentidos do Metrô. Faz 15 metros por dia, fura a rocha, perfura, faz o túnel e ainda faz um anel de concreto”, comentou o governador Geraldo Alckmin, durante visita às obras.

O equipamento perfurará 4.800 metros de túnel. Neste trecho, ficarão as estações Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz (ligação com a Linha 1-Azul) e Chácara Klabin (ligação com a Linha 2-Verde).

O Megatatuzão já havia sido utilizado nas obras da Linha 4-Amarela e foi reformulado para operar na Linha 5-Lilás, com aumento de seu diâmetro (passando de 9,41 metros para 10,58 metros). Para se ter ideia do porte do equipamento, cerca de 180 pessoas são necessárias para a operação do megatatuzão, sendo 50 profissionais em cada turno, além de 30 operários de apoio.

A estrutura conta até com refeitório e cabine de enfermagem para os trabalhadores, esteira rolante para a retirada do material escavado, além de cabine de comando e equipamentos auxiliares.

A ampliação da Linha 5-Lilás faz parte de um conjunto de quatro obras simultâneas que o Governo do Estado executa para a expansão do Metrô. Ao todo, estão sendo investidos R$ 29,9 bilhões. A linha terá mais de 11,5 km e 11 novas estações. O governo não divulga mais prazos sobre conclusão total do trecho – anuncia apenas que primeiro trecho deve ficar pronto em 2014, restrito à operação da estação Adolfo Pinheiro.

Quando concluída, a Linha deverá transportar mais de 780 mil pessoas por dia.

 

Estrutura comporta nada menos que 180 funcionários trabalhando para abertura dos túneis que ligarão Santo Amaro à Vila Mariana, passando por Moema

 

Postado em: Transporte | Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Estamos atendendo em um novo endereço!Confira