A região da estação Saúde do metrô está cada vez mais movimentada. Comércio intenso, muitas linhas de ônibus, vários profissionais liberais se instalando na área. Mas, se por um lado a intensificação da atividade econômica traz benefícios, por outro provoca transtornos que são alvos frequentes de queixa da comunidade do entorno: sujeira, ocupação das calçadas e excessos do comércio ambulante são os principais. Completa o cenário a desorganização do trânsito, em especial por conta dos pontos de ônibus, estacionamento irregular e circulação de pedestres em via pública.

Agora, um novo projeto da Prefeitura Regional de Vila Mariana, a ser implantado graças a ação do Cades (Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz) e da Agenda 2030, em parceria com a SVMA (Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente) pretende ao menos dar novos ares ao entorno da estação.

Desde a Rua Fagundes Dias até a Rua Paracatu, formando um quadrilátero com a Avenida Jabaquara e a Rua Mauro, será implantado um projeto piloto de arborização. A ideia é deixar as calçadas mais verdes, independente da sua largura, do traçado viário ou mesmo da ocupação por pedestres e ambulantes.

A ação, que promete vencer desafios, começa a ser impalntada nesse sábado, dia 30, a partir das 9h, e qualquer pessoa pode participar.

Na primeira etapa, serão plantadas seis das 11 árvores previstas no projeto inicial. A Prefeitura Regional está convocando moradores e comerciantes e alerta que “o sucesso da implementação de um programa de arborização é diretamente proporcional ao comprometimento e à participação da população local”.

Todo o processo será documentado, para que no futuro possa ser replicado em outras áreas da cidade de São Paulo.

Na verdade, o projeto piloto vem tomando corpo há meses, com ações de planejamento e treinamento.

Depois do plantio deste sábado, estão previstas outras programações como mutirão de cuidados e monitoramento. A proposta é manter, de forma permanente, uma agenda prevendo rega e plantio, ações de engamento de moradores, dialogos e consolidação das lições aprendidas.

Tudo servirá para a composição de um documentocom a sintese e diretrizes para multiplicar a proposta em outras áreas da região e de toda a cidade.

A Prefeitura Regional convida os moradores a comparecer à região por volta das 9h deste sábado, 30, levando chapéu ou boné, calçado fechado, água e lanche para compartilhar com outros voluntários. Ah, e uma caneca, também, para evitar o uso de materiais descartáveis na hora de se hidratar.

O ponto de encontro marcado é na Rua das Uvaias, bem ao lado da estação Saúde do metrô.

Compartilhe:

Comente essa matéria: