Será decretado ponto facultativo na próxima sexta-feira (1º) nas repartições públicas.

A Prefeitura de São Paulo decidiu suspender a partir desta quinta-feira (31) o estado de emergência decretado na última sexta-feira (25) na cidade. A decisão do Comitê de Gerenciamento de Crise ocorreu porque já está sendo normalizado o fornecimento de combustível para frota de serviços essenciais como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Serviço Funerário Municipal, Defesa Civil, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET),  Assistência Social e Guarda Civil Metropolitana (GCM).

O prefeito Bruno Covas também decretou ponto facultativo na próxima sexta-feira (1º). O decreto será publicado no Diário Oficial de quinta-feira (31) e, desta forma, a Prefeitura poderá se reorganizar, com a chegada de mais alimentos para a merenda na rede de ensino e o combustível necessário para a frota dos serviços essenciais.

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro) disponibilizou 16 postos de combustíveis exclusivamente para atender a administração municipal. A Prefeitura irá avaliar nesta quinta-feira (31) a necessidade de manter a exclusividade.

As operações realizadas pela Prefeitura de São Paulo com o apoio da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e da Polícia Militar (PM) já carregaram para o abastecimento especifico da frota de ônibus cerca de 5 milhões de litros de diesel. Outras operações serão realizadas ainda nesta quarta-feira (30) para permitir a chegada de combustível para manter os serviços até a próxima segunda-feira (4).

TRANSPORTES

Os ônibus circularam nesta manhã com cerca de 71% da frota. Esse nível deve ser mantido durante todo o dia. Em condições normais, a frota de ônibus da cidade transporta 9,5 milhões de passageiros por dia. Nesta terça-feira (29), 6,8 milhões de pessoas utilizaram o transporte. A queda na demanda faz com que a diminuição na oferta não prejudique o serviço ofertado. A Prefeitura já garantiu o combustível para o abastecimento dos ônibus até sexta-feira (1º).

EDUCAÇÃO

A Secretaria Municipal de Educação (SME) informa que as escolas da rede municipal abriram normalmente nesta quarta-feira. A oferta de merenda está garantida, com cardápio adaptado de acordo com o estoque de cada unidade.

Cerca de 91% dos professores e 51% dos alunos comparecem às aulas na terça-feira (29). A expectativa é que o fornecimento da merenda composta por alimentos perecíveis (verduras, legumes, frutas e ovos) seja reestabelecido até o próximo dia 8 de junho.

COLETA DE LIXO E VARRIÇÃO

A coleta de lixo domiciliar opera normalmente. A coleta seletiva deverá ser retomada na próxima segunda-feira (4). A coleta hospitalar, a limpeza pós-feiras livres e o recolhimento de animais mortos estão mantidos.

Os 100 Ecopontos da cidade foram reabertos nesta quarta-feira. Os serviços de varrição de vias e logradouros acontecem normalmente.

SERVIÇO FUNERÁRIO

O serviço segue funcionando normalmente nesta quarta-feira (30) e conta com o estoque de urnas funerárias que garantem o atendimento por 15 dias.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

As cerca de 350 mil refeições que são distribuídas diariamente nos equipamentos sociais da cidade para famílias em situação de vulnerabilidade social estão garantidas por mais uma semana.

SAÚDE

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informa que a realização de cirurgias eletivas foi normalizada nesta quarta-feira (30) em todos os hospitais municipais. A remoção de pacientes para exames também foi restabelecida.

Com relação às ambulâncias, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-SP) continua realizando abastecimento dos veículos em postos de combustível exclusivos para atendimento da administração municipal, o que tem garantido o atendimento regular da demanda.

EVENTOS

Durante os últimos dias, foram realizadas reuniões com a organização da Parada do Orgulho LGBT e da Marcha para Jesus, que serão realizados durante o feriado prolongado na cidade. A GCM irá auxiliar na escolta dos caminhões que estão transportando os banheiros químicos para garantir a realização dos eventos.

Fonte: Prefeitura de São Paulo.

Compartilhe:

Comente essa matéria: