Saúde física e mental, força para enfrentar violência doméstica, orientação jurdica e apoio para mudar os rumos futuros. Mulheres que sofrem abusos e agressões cotidianos precisam ter acesso a uma série de serviços que agora podem ser acessados de maneira mais simples e itinerante. O ônibus Lilás faz parte do programa federal “Mulher sem Violência” e chegou ao Jabaquara no Dia Internacional da Mulher.

O prefeito João Doria escolheu a Regional Jabaquara – uma das únicas na cidade a ser comandada por uma mulher – para celebrar a data com uma série de ações em zeladoria e orientação em cidadania.

O ônibus da mulher, ou ônibus Lilás, vai ficar na região , ainda, até a próxima sexta, 23 de março. O foco é fazer a defesa das mulheres vítimas de violência. Para isso, conta com trabalho de assistente social, psicóloga, agentes de saúde que oferecem orientação adequada e humanizada.

Durante o evento de 8 de março, o ônibus contou com apoio de uma guarnição da Guarda Civil Metropolitana denominada Guardiã Maria da Penha.

Agora, o veículo de atendimento está estacionado na Rua dos Comerciários, nº 100 – ao lado do Terminal do Jabaquara.

Para cada caso atendido será dado o encaminhamento adequado para os serviços da Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher que existem no município: hospitais, Instituto Médico-Legal, Delegacia da Mulher ou delegacia comum, atendimento psicossocial, Ministério Público e Defensoria Pública.

Também existe a possibilidade de um imediato acompanhamento a uma delegacia, caso os profissionais presentes julguem necessário.

“A violência contra a mulher ainda é uma das situações mais graves deste país e precisa de enfrentamento. Por esse motivo, é importante que a vítima tenha acolhimento humanizado e diferenciado para que possamos garantir seus direitos. O Ônibus Lilás é um equipamento que tem como função aproximar-se destas vítimas, com profissionais que identificam o tipo de problema e realizam o encaminhamento necessário, seja a uma delegacia, a um de nossos abrigos ou hospitais”, explicou a titular da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Eloisa Arruda.

“Esta é uma operação das mais bonitas que eu já participei, coordenada pela prefeita regional do Jabaquara, Fátima Marques, hoje dedicada às mulheres, com todos os movimentos aqui protagonizados por elas. Lançamos aqui também o ônibus da mulher, que tem a mesma função e a mesma responsabilidade da Casa da Mulher Brasileira, cuja propriedade já foi entregue à Prefeitura, pelo Governo Federal, em cerimônia realizada ontem para fazer a defesa das mulheres vítimas de violência”, afirmou o prefeito.

Compartilhe:

Comente essa matéria:

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!