Jornal São Paulo Zona Sul

Novo viaduto faz parte da Operação Água Espraiada

A Operação Urbana Água Espraiada foi aprovada, como lei, nos últimos dias de 2001. Mas, muito pouco avançou nesses 17 anos. A principal promessa – ligar a Avenida Jornalista Roberto Marinho à Rodovia dos Imigrantes, não saiu do papel, teve seu projeto completamente modificado e não tem sequer previsão de início das obras. Pequenas obras paralelas vêm sendo executadas, como a que resultou na entrega, essa semana, da ligação viária entre a Avenida Roberto Marinho com a Avenida Pedro Bueno, e um viaduto na Avenida Lino de Moraes Leme.

O novo viaduto foi construído, portanto, para facilitar a ligação entre os bairros Jardim Aeroporto, as suas principais vias (Rua Tamoios e as avenidas João Pedro Cardoso e Pedro Bueno) e a Vila Mascote/Vila Santa Catarina. Com 240 metros de extensão de 23,74 metros de largura, o viaduto conta com duas pistas de 7 metros de largura cada e passeio. Foram investidos R$ 20 milhões nas obras, iniciadas em agosto de 2015.

Foi concluída também a ligação viária entre as avenidas Jornalista Roberto Marinho e Pedro Bueno. A nova via tem 300 metros de extensão,9,50 metros de largura, 3 faixas de rolamento por sentido, além de calçada para pedestres.

Mas, a comunidade local está se queixando da fluência local e aponta falhas.

De acordo com a Prefeitura, provisoriamente, haverá um estrangulamento da via com redução para 2 faixas até que seja concluído o remanejamento de uma adutora, cujo projeto está sendo desenvolvido pela SPObras em conjunto com a Sabesp. Com início em maio de 2017, as obras custaram R$ 3 milhões.

Houve ainda a instalação de 107 luminárias e de 14 projetores. Na região do viaduto, foram instaladas 34 luminárias com 22 lâmpadas vapor de sódio de 250 watts iluminando a via e 12 lâmpadas 150 watts projetadas para dar mais visibilidade à calçada, em cumprimento ao Estatuto do Pedestre. Já a parte de baixo do viaduto conta com 14 projetores LED, de 100 watts cada, além de 6 luminárias LED de 120 watts.

Foram instaladas 27 luminárias LED de 120 watts na Av. Dr. Lino de Moraes Leme e outras 40 luminárias de LED na Av. Roberto Marinho.

Moradias populares

Outra frente lenta de trabalhos é a construção de moradiras populares, para abrigar as famílias que vivem atualmente nas favelas ao longo do Córrego Água Espraiada.

O avanço é importante porque, para construir um prometido parque linear ao longo do Córrego e, ao mesmo tempo, poder dar início às obras de interligação da Avenida Roberto Marinho com a Rodovia dos Imigrantes, seria essencial remover as moradias em condições precárias.

Mas, o ritmo das obras está bem aquém do prometido. Dessa vez, a Prefeitura entregou novos 254 apartamentos. Embora as estimativas sejam desencontradas, para remover todas as moradias ao longo do córrego seriam necessárias mais 4 mil moradias. Até hoje, nem mil foram construídas, no total.

Atualmente, há ainda outras outras 351 habitações de interesse social em construção.

As moradias serão destinadas a famílias das comunidades Alba, Vietnã e Taquaritiba, todas na região da Vila Santa Catarina, no Jabaquara, localizadas dentro perímetro da Operação Urbana Água Espraiada.

As obras tiveram ordem de início em setembro de 2013 e seu valor é de R$ 55,9 milhões. Localizadas nas ruas Coriolano Durant e Belford Duarte, as unidades têm tamanhos que variam de 45,84 m² a 50,43 m² e contam com um ou dois dormitórios, banheiro, sala, cozinha e área de serviço, além de serem equipadas com chuveiro, vaso sanitário, pias, torneiras e tanque na área de serviço.

Habitações de Interesse Popular estão inseridas no projeto, mas também têm sido construídas em ritmo lento
Habitações de Interesse Popular estão inseridas no projeto, mas também têm sido construídas em ritmo lento

1 comentário

  • O viaduto da av. dr. Lino de Moraes Leme além de não ter calçada no sentido centro bairro , de impossibilitar o acesso, dos dois lados, para a avenida Jorn. Roberto Marinho, está com as grades de proteção correndo o risco de cair sobre os veículos que trafegam sob ele !

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!