Em agosto, o Ibirapuera está celebrando seus 64 anos. Inaugurado no ano do quarto centenário da cidade, o Parque é o mais visitado e um dos maiores na capital. Fica no distrito de Moema e, embora atraia moradores de toda a capital, é certamente uma atração para moradores da zona sul. Ou melhor, é um único parque que reúne diversas atrações, permitindo vários diferentes passeios nesse único endereço.

No último fim de semana, o Parque recebeu a Virada Sustentável, com shows e palestras. Mas, ao longo do ano todo o Ibirapuera tem intensa agenda incluindo atividades físicas, culturais, artísticas e de defesa do meio ambiente.

Entre as atrações, destaque para o Pavilhão Japonês, o Museu Afro Brasileiro e o Planetário, que permitem viajar sem sair do parque.

Para a prática de atividades físicas, a pista de cooper, a ciclovia, os equipamentos de ginástica espalhados por toda a área e a marquise do Ibirapuera são os destaques.

O Parque ainda conta com o Pavilhão da Bienal, a Oca, o Museu de Arte Moderna, o Museu de Arte Contemporânea e o Auditório que oferecem shows, exposições e até uma escola instrumental gratuita.

Para aprendizado sobre meio ambiente, destaque para a UMAPAZ, a Universidade do Meio Ambiente e Cultura de Paz, a Escola de Astrofísica e a Escola de Jardinagem, além do Centro de Convivência e Cooperativa.

Há ainda ofertas de mudas no herbário, para cidadãos, e uma Divisão da Fauna que recebe e atende animais silvestres vitimados na cidade de São Paulo.

Há diversas linhas de ônibus que saem das estações Vila Mariana e Ana Rosa e Ana Rosa do metrô: 677A-10 (Terminal Jd. Ângela – Metrô Ana Rosa); 695V-10 (Terminal Capelinha – Metrô Ana Rosa); 775A-10 (Jd. Adalgiza – Metrô Vila Mariana) e 775C-10 (Jd. Maria Sampaio – Metrô Santa Cruz).

Compartilhe:

Comente essa matéria:

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!