Como o jornal São Paulo Zona Sul anunciou no final de novembro, a Prefeitura formalizou a aquisição do Hospital Santa Marina. Na segunda, 16, o prefeito Fernando Haddad recebeu as chaves do equipamento, em um ato simbólico. Desativado há mais de dois anos depois da falência de seus administradores, o hospital ficou fechado por dois anos até que foi à leilão, em agosto deste ano. No dia do leilão, a Prefeitura havia publicado, em Diário Oficial, um decreto que desapropriava o hospitall, mas o certame foi realizado mesmo assim e a operadora de Saúde Amil oferto R% 50 milhões pelo equipamento.

Entretanto, desde a ocasião o prefeito já afirmava que negociaria com a operadora a transferência do equipamento para a administração municipal. “Quando este prédio foi a leilão para pagar os direitos trabalhistas dos ex-funcionários do Santa Marina, a Amil adquiriu o hospital. Um dia antes a Prefeitura tinha decretado a utilidade pública deste equipamento. Fizemos então um acordo em juízo para passar o hospital para a Prefeitura, com a indenização do que foi pago pelo hospital”, disse Haddad.

Na cerimônia de transferência, o prefeito celebrou a aquisição porque, segundo ele, o Hospital representará a ampliação do atendimento em saúde pública nas regiões sul e sudeste. Serão mais de 250 leitos funcionando ainda no primeiro semestre de 2014. Segundo a Prefeitura, o hospital irá abrigar um hospital geral com maternidade e terá pronto socorro, atenderá pediatria e clínica médica, com a realização de cirurgias.

“O hospital era privado, estava fechado. Nós compramos o hospital, vamos reformá-lo e até o primeiro semestre do ano que vem ele já começa a funcionar pelo SUS”, afirmou Haddad. O novo hospital público é uma demanda dos movimentos sociais de saúde da zona Sul da cidade e foi fruto de um acordo entre a administração municipal e a empresa Amil. A Prefeitura pagou R$ 59,4 milhões para ter o Santa Marina.

Também como o São Paulo Zona Sul havia antecipado, o prefeito estuda criar um sistema em que, provavelmente, o Hospital será administrado pela equipe do Albert Einstein, em um acordo que envolve um convênio federal. Durante o evento de entrega das chaves, a Prefeitura se limitou a informar que será aberto um chamamento público para o desenvolvimento do modelo de administração do hospital.

A Secretaria municipal de Saúde estima que a reforma dure quatro ou cinco meses. “A zona sul é a região da cidade de São Paulo que tem a menor oferta de leitos públicos para a saúde. A cidade oferece cerca de dois leitos públicos por mil habitantes. Na zona sul tem 0,7. E nesta região próxima do Jabaquara, de Cidade Ademar tem 0,4”, explicou o secretário municipal de Saúde, José de Fillipi.

Durante o evento, o movimento popular do Jabaquara entregou ao prefeito um documento de apoio ao novo hospital com a assinatura de 47 organizações da região. “Em nome do movimento popular de saúde eu gostaria de dizer que esta é uma conquista nossa. Pedimos este hospital, fizemos várias ações e queremos juntos discutir como será daqui para frente”, contou João Batista Mariano, membro do conselho gestor da saúde do Jabaquara.

O Hospital Santa Marinapossui 265 leitos hospitalares além de unidades de terapia intensiva, maternidade, equipamentos para cirurgias e exames, como ressonância magnética e tomografia. Ocupa um terreno de 15 mil metros quadrados, com uma área construída de 25 mil metros.

 

 

Compartilhe:

23 Comentários

  1. gostaria de saber como vai ficar e quem vai pagar os funcionarios que trabalharam no hospital santa marina, e se vai existir a possibilidade destes funcionarios serem recontratados pois este hospital predeu muitos, muitos funcionarios competentes,responsavel e comprometidos com o trabalho, aguardo por uma resposta.

  2. Boa Tarde por gentileza, gostaria de saber como enviar meu cv para as vagas no futuro hospital Santa Marina.

    No aguardo

    Att.Fernanda Mira

  3. Gostaria de saber como fica a situação dos ex funcionários que tem processos na justiça em fase de execução como fica! pessoas como minha esposa que espera até hoje e o que se ouve do advogado é tá indo ta indo e nada de uma resposta concreta.

  4. Boa tarde a todos!!!

    Pelo amor de Deus!!! E o meu processo, como vai ficar???
    Comarca: São Paulo – Capital – 75ª Vara do Trabalho
    Processo: 01216006320095020075-AÇÃO TRABALHISTA (ORDINÁRIO)

    Autor: Ana Paula Brito dos Santos
    Réu..:Hospital e Maternidade Santa Marina LTDA +

    DATA TRÂMITE
    23/08/13 Entrega em carga/vista de AÇÃO TRABALHISTA (ORDINÁRIO)
    ALINE WASCHINKE DURAO-OAB 184960/E-SP-Autor
    Fone (0011 )36166546, SÃO PAULO-SP
    23/08/13 Recebimento de AÇÃO TRABALHISTA (ORDINÁRIO)
    Data prevista 30/08/2013
    ALINE WASCHINKE DURAO

  5. Quando o hospital vai começar a pagar as dividida. Eu trabalhei 11messes sem receber e estou esperando para receber meus direitos
    :

  6. Parabéns a todos pelo desempenho e trabalho realizado a essa nova conquista, pois tenho fé em Deus que esse novo projeto poderá salvar muitas e muitas vidas.
    Por outro lado espero que esse Sr. Silvio Miglio fique bem longe de tudo e todos pelo o que ele causou a centenas de famílias não honrando com a sua palavra em fazer o pagamento de quem trabalhou honestamente para ele.
    Colhemos o que plantamos e a consequência sempre vem, que ele não gaste o valor que deve a mim e as outras pessoas comprando remédios para ele e sua família.

  7. Se o hospital ja foi arrematado e vendido porque a demora em pagar as dividas trabalhistas dos antigos funcionários do Hospital Santa Marina, que desde 2011 aguardam uma solução?

  8. Boa tarde!!!

    Por favor, será que alguém poderia nos dar informação referente aos débitos do Santa Marina aos ex-funcionários???

  9. Gostaria de saber para onde mandar um curriculum, eu trabalhei lá dois meses recebi so um mês.

  10. marilene moises da silva on

    estou nas mesma posição referente a pagamento trabalhei 10 anos sai sem receber nada atê hj mh advogada disse que o juis ja deu a centença de ganho para mim mais dinheiro que e bom nd….
    existe alguem com copentencia que me possa esclarecer essa duvida
    Mari….

  11. Parabéns pela atitude do Prefeito da cidade São Paulo Sr. Fernando haddad. Mas antes de fazer o bem da população da sociedade temos que ter justiça em centenas de processos trabalhistas q tem aberto contra este hospital.

  12. Sueli Soraia da Silva Gonçalves on

    Quando vamos começar a receber nosso acordo de pagamento dos débitos trabalhistas? que foram feitos perante um juiz?

  13. Boa tarde eu já estou perdendo a esperança de um dia nós receber a justiça esta com o que e nosso e não paga de que lado a justiça esta ?

Comente essa matéria: