Fim de ano, tempos de grana curta, mas a vontade de reunir os amigos, beber uma cerveja gelada e jogar conversa fora parece que fica mais forte. Sem falar que colegas de faculdade, trabalho, vizinhança ou antigos amigos promovem confraternizações, com direito a amigo secreto e tudo. Mas, quem dis que a festa de confraternização precisa ser cara?

Uma boa pedida para quem busca economia é o restaurante Puleiro, na Vila Mariana. O salão é simples e bem amplo, o cardápio super variado e os preços bem convidativos.

Como o nome sugere, a casa é famosa por seus galetos bem temperados. Mas, também tem outra vantagem para festas reunindo bastante gente: o rodízio de pizza, que permite aquele papo solto, prolongado, sem pressa.

O galetinho macio e bem temperado por dentro, crocante por fora, vai super bem em qualquer horário do dia e acompanha bem a cerveja gelada. E os acompanhamentos são ótimos para um happy hour de confraternização: a polentinha tem um sabor único!

Há ainda outras carnes na brasa: picanha, contra-filé, chuleta, liguiça, costela.. Tem até salmão e bacalhau grelhados. A costela, aliás, vale uma visita exclusiva à casa: bem macia e temperada. Às quartas e sábados, destaque para a feijoada completa.

A pizza do rodízio é assada na hora, conforme pedido da clientela. São mais de 50 sabores, entre salgados e doces,

Cervejas, refrigerantes e sucos bem geladinhos completam a diversão de qualquer encontro regado a boa comida e bom humor no ambiente descontraído da casa, que ainda aceita reservas para confraternizações no almoço ou jantar.

O Puleiro abre de segunda a quinta, das 11h às 16h e também das 18h às 23h30; sextas das 11h às 16h e das 18h à meia-noite, sábados das 11h à meia-noite, domingo das 11h às 23h30. Para quem pensa em fazer a confraternização em casa ou no escritório, vale destacar que o Puleiro também trabalha com entrega em domicílio de terça a domingo das 18h00 às 23h30 e aos sábados, domingos e feriados no horário de almoço. Telefone 5082-2362.

Fica na Rua Domingos de Morais, 2147 – Vila Mariana.

Compartilhe:

Comente essa matéria: