Ciências exatas ou biomédicas podem parecer difíceis ou distantes do cotidiano dos jovens. Mas, se a escola aceita o desafio de mostrar que tudo está mais perto do que se imagina, o interesse surge com facilidade. A Feira de Ciências do Liceu Pasteur, que acontece todos os anos, é uma prova de que conhecimento é sempre uma descoberta incrível.

Os aromas que nos trazem sensações diversas, por exemplo, foram estudados por crianças do Ensino Fundamental I. Eles trabalharam ainda com plantas, aves, fizeram estudos sobre o corpo humano.

Também pode ser instigante aprender sobre as descobertas feitas por grandes cientistas do passado. Os alunos do Fundamental II do Liceu Pasteur conheceram os estudos de Louis Pasteur, Albert Einistein, Marie Curie, Galileu Galilei, Isaac Newton, Gregor Mendel, Charles Darwin e Michael Faraday e puderam entender melhor como a ciência modificou a vida no planeta nas últimas décadas, em temas como antibióticos, venenos, soros, vacinas, vaca, leite, fobias, sentidos humanos e sistema nervoso central.

“Os trabalhos que apresentaram diferentes cientistas e a contribuição que cada um deles trouxe para nossas vidas foram muito importantes para mostrar como a busca da compreensão de diferentes fenômenos acaba abrindo um grande leque de aplicações práticas”, aponta Stella Palmisano, diretora pedagógica do Liceu.

Já as turmas do Ensino Médio, prestes a decidir seu futuro profissional, encararam diferentes perspectivas sobre a locomoção humano, abordando temas como caminhos, meios de transporte, engarrafamentos, acidentes e Ética e Cidadania no trânsito. “A questão do trânsito é muito atual, em um momento em que o mundo busca formas alternativas de deslocamento de forma a reduzir a poluição, aumentar a segurança e melhorar nossas vidas”, diz Palmisano.

As famílias e visitantes puderam passear pelas salas de aula onde estavam montados os estandes de alunos e ter acesso às mesmas descobertas. Puderam fazer perguntas, observações e, eventualmente, participar das experiências.

“A feira permite que nossos alunos vejam na prática fenômenos estudados nas salas de aula. Mesmo os alunos de Ensino Médio, que já têm três aulas de Laboratório todas as semanas, têm na Feira uma oportunidade de se aprofundarem ainda mais em determinados temas”, diz a diretora pedagógica.

O evento também permite que os alunos correlacionem as diferentes disciplinas e conteúdos abordados em sala de aula. “A interdisciplinaridade aparece em muitas ocasiões, como, por exemplo, quando são apresentadas questões como Ética e Saúde dentro do tema Trânsito, ou quando são apresentados os contextos históricos em que aconteceram alguns dos mais importantes avanços científicos”, complementa.

Para ela, o prazer de trabalhar em equipe aliado à repercussão da apresentação dos projetos na Feira transformam o evento em um reconhecimento de toda trajetória dos estudos ao longo do ano. “A Feira ajuda a consolidar nos alunos o conhecimento apresentado em salas de aula e a criar uma compreensão dos seus efeitos práticos. Além disso, ela também desenvolve uma série de Competências como se organizar para trabalhar em equipe, pesquisar um tema, criar um espaço para apresentar os trabalhos e falar em público”, conclui,

O Liceu Pasteur fica na Rua Mairinque, 256 – Vila Mariana. Telefone: 2344-9000. Saiba mais em: liceupasteur.com.br

Compartilhe:

Comente essa matéria: