Jornal São Paulo Zona Sul

Estação Campo Belo só deve ficar pronta em março de 2019

---

Prometida para dezembro de 2018, a última parada a ser inaugurada da Linha 5 – Lilás, do metrô agora foi adiada para o primeiro trimestre de 2019.

A nova estação Campo Belo está sendo construída na confluência entre a Avenida Jornalista Roberto Marinho com a Avenida Santo Amaro, no distrito Campo Belo. Essa semana, o governador Márcio França, que está prestes a deixar o cargo depois de ter perdido a disputa em segundo turno para o ex-prefeito João Dória, inaugurou um viaduto construído pelo metrô junto à futura parada, em obra de compensação para a Prefeitura de São Paulo.

Na estação Campo Belo haverá integração com a linha 17 – Ouro, que correrá em plataformar suspensas, no sistema monotrilho. Um trecho da linha ligando o Aeroporto de Congonhas às linhas Lilás e Amarela do Metrô, além da linha Esmeralda da CPTM, ainda está em construção com promessa de entrega para o segundo semestre de 2019.

O paulistano, entretanto, já se habituou aos constantes adiamentos nas datas prometidas para entregas das novas estações. A linha Lilás está em construção desde 1998, ou seja, há 20 anos, e teve seu primeiro trecho inaugurado em 2002, mas ainda totalmente desconectado dos demais ramais do metrô, dificultando seu uso.

Em 2008, foi finalmente anunciada a expansão do trecho, para garantir conexão com as linhas Azul e Verde, já em funcionamento. Mas, apesar dos diversos prazos de inauguração anunciados, a efetiva ligação entre as linhas só se efetivou em dezembro passado, ou seja, 10 anos depois.

Na semana passada, também foi anunciada a paralisação definitiva das obras da linha Laranja do metrô, que ligaria a estação São Joaquim, na linha Azul – 1, com a região da Brasilândia. A Parceria Público Privada foi cancelada depois de diversos atrasos e deficiências do consórcio responsável pela obra.

A estação Campo Belo ficará entre as estações Brooklin e Eucaliptos – atualmente, os trens passam reto por esse trecho.

Viaduto

O novo viaduto sobre a Avenida Roberto Marinho, no cruzamento com a Avenida Santo Amaro, foi liberado ao trânsito na terça-feira, dia 3.

Diferente de outras obras viárias urbanas na capital, a nova estrutura não foi construída pela Prefeitura e sim pela Companhia do Metropolitano, do Governo do Estado. Isso porque, faz parte do complexo da linha 5 – Lilás.

O trânsito já foi liberado par ao trânsito de veículos. “O viaduto é uma contrapartida que o Governo do Estado entrega à prefeitura de São Paulo e facililtará o trânsito local”, disse o governador Marcio França, que participou da cerimônia de inauguração.

Especula-se que França deva concorrer à Prefeitura em 2020, pelo fato de ter vencido, na capital paulista, o governador eleito João Doria nas eleições de outubro passado.

O Governo ainda anunciou que, com a liberação para o trânsito, a entrega do viaduto permitirá a continuidade dos serviços de construção do acesso à estação Campo Belo, além dos trabalhos de pavimentação das ruas próximas e de paisagismo.

O viaduto, que teve investimento de R$ 39,8 milhões e começou a ser construído em fevereiro deste ano, conta com 336 metros de comprimento e seis faixas de rolamento, sendo três por sentido. As pistas apresentam duas faixas para carros e caminhões com três metros de largura e uma para ônibus, com 3,5 metros de largura.

---

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!