Em 2011, a Secretaria de Infraestrutura Urbana já anunciava que estava sendo concluído um projeto para construção de dois piscinões junto à Avenida Professor Abraão de Moraes. Objetivo: acabar com as enchentes que há décadas causam transtornos para moradores da Vila Mariana, Saúde, Ipiranga e Jabaquara, causados pelo transbordamento do Córrego Ipiranga em dias de fortes chuvas.

Mas, foi só esta semana que as obras finalmente foram iniciadas. Prometido no Plano de Metas dos dois últimos prefeitos, o projeto chegou a ter seu início anunciado em abril de 2015, na gestão de Fernando Haddad. Com recursos do governo federal, por meio do PAC 2 (Plano de Aceleração do Crescimento), o investimento integrava um trabalho de combate a enchentes na cidade. Tubulações e um canteiro de obras foram montados no local, mas nada saiu do papel, efetivamente.

Há quatro meses, em agosto, já na gestão de Joao Doria, novamente o início das obras foi anunciado. Mas, só agora a população vizinha efetivamente está vendo equipes atuando na área.

O prefeito João Doria esteve no canteiro de obras no último domingo. A expectativa é que o piscinão esteja concluído em dois anos, ou seja, no segundo semestre de 2019.

O piscinão, na verdade, faz parte de um conjunto de intervenções que serão feitas junto ao Córrego Ipiranga. No total, a obra deve custar R$ 122 milhões, vem mesmo do Ministério das Cidades.

Serão feitos ali dois compartimentos com aproximadamente 13 metros de profundidade e capacidade conjunta para armazenar 200 mil metros cúbicos. Ele receberá as águas excedentes do Riacho do Ipiranga, do córrego Água Vermelha e do córrego Cacareco. O novo piscinão será aberto e o esvaziamento acontecerá parte por gravidade e o restante por meio Estão previstas ainda a execução de 280 metros de galerias do córrego Cacareco e a canalização do Riacho do Ipiranga, em um total de 2.455 metros de canalização e galerias.

No riacho, haverá intervenções no trecho entre o viaduto Ministro Aliomar Baleeiro e a Avenida Bosque da Saúde, uma extensão de 1.600 metros; e, no outro sentido, entre o viaduto Ministro Aliomar Baleeiro até a Lagoa Aliperti, em uma extensão de 575 metros.

Também faz parte do conjunto de obras a construção de outro reservatório, o RI- 01 – Lagoa Aliperti, na região da Rodovia dos Imigrantes, que permitirá o armazenamento de 110 mil metros cúbicos de água. O RI-01 ainda está em projeto, com desapropriações em andamento.

Compartilhe:

Comente essa matéria: