Além de movimentar as estações de metrô e a circulação de pedestres na região da Cidade Vargas, bairro que fica no caminho entre a estação terminal Jabaquara e o centro de exposições, a feira também deve provocar transtornos no trânsito local.

Por isso, é bom ficar atento e não estacionar em locais proibidos. O estacionamento tem preços variáveis, mas em geral extrapola os R$ 35, então o ideal é usar o transporte coletivo.

Já no ano passado, com 20 mil pessoas a menos, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) tem operação especial prevista para o entorno.

Bloqueios e desvios podem ser decididos ao longo do evento, sem esquema prévio, já que a região apresenta falhas no projeto de alças de acesso ao viaduto Matheus Torloni, que leva ao SP Expo.

Equipes de campo estarão operacionalizando o trânsito nas vias arteriais de acesso ao eventos, como a Avenida dos Bandeirantes, Avenida Professor Abraão de Morais e Avenida Doutor Ricardo Jafet.

Alternativas

Os veículos que desejam acessar o bairro do Jabaquara, oriundos da Avenida dos Bandeirantes e Abraão de Morais, poderão utilizar-se do acesso pela  Rua Áurea Lejeune e Rua Amborés;

Os veículos oriundos do ABC e Baixada Santista, poderão utilizar-se do acesso existente no KM 12 da Rodovia dos Imigrantes, Rua Doutor René Fernandes e Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira.

Horários

  • (07/12) quinta-feira, das 12h00 às 22h00
  • (08 e 09/12) sexta-feira e sábado, das 10h00 às 22h00
  • (10/12) domingo, das 10h00 às 20h00

Alterações no sistema viário

Considerando o volume de veículos, poderão ocorrer bloqueios operacionais e canalizações nos acessos ao Pavilhão, visando garantir as condições de tráfego e circulação.

Transporte Coletivo

Haverá transporte gratuito, por vans, diariamente, a partir da estação Jabaquara do Metrô, Rua Anita Costa n°98.

Recomendações ao Público

  • Respeite a sinalização;
  • Observe a sinalização e a orientação dos técnicos da CET e da Polícia Militar;
  • Dê preferência ao uso de transporte público (Metrô, Ônibus e Táxi);
  • Se necessitar pedir informações, proceda de forma a não atrapalhar a fluidez do trânsito;
  • Não estacione em locais proibidos, frente a guias rebaixadas, em canteiros centrais, em fila dupla ou onde haja canalizações com cones e cavaletes;
  • Não embarque ou desembarque em fila dupla ou afastado da calçada;
  • Ao avistar a canalização de orientação na pista, reduza a velocidade dos veículos para maior segurança;
  • Procure conhecer previamente as vias de acesso e locais para estacionamento;
  • Se estiver em veículo particular, procure retardar a saída do estacionamento por 30 minutos;
  • Em caso de acidente sem vítima, desobstrua a pista ou sinalize-a convenientemente até a chegada da CET ou Polícia Militar;
  • Caso não se dirija à região, busque utilizar vias alternativas, evitando passar nas imediações do evento.

A Engenharia de Campo da CET vai monitorar e orientar o tráfego na região, visando melhorar as condições de trânsito e preservar a segurança de pedestres e motoristas.

Fale com a CET – Ligue 1188. Atende 24 horas por dia para informações de trânsito, ocorrências, reclamações, remoções e sugestões.

Compartilhe:

Comente essa matéria: