Jornal São Paulo Zona Sul

Caminhão da coleta seletiva pode misturar tudo?

É comum ver pessoas justificando que não contribuem com a coleta seletiva porque o caminhão mistura e prensa os materiais – plástico, papel, metais. Mas, o que muitos moradores da zona sul paulistana não sabem é que tudo que é coletado pelo caminhão passa por um moderno processo mecanizado de triagem dos itens. Depois, uma equipe ainda faz separação manual para garantir que se transformem em matéria prima para a fabricação de novos produtos, poupando recursos naturais.

Além desse, há outros mitos – e também algumas verdades – sobre o que pode ou não ser reciclado. Confira a lista e, para participar, lembre-se de conferir dia e horário em que o caminhão da Ecourbis Ambiental que faz coleta seletiva passa em sua rua, coloque o material reciclável todo (papel, plástico, metal…) em um único saco e contribua para aumentar o volume de material  reciclado na capital paulista .

Reciclar é importante, mas não é tudo – Verdade

ecourbis2

Muita gente já ouviu falar dos 3R`s. Além de Reciclar, é importante Reduzir o consumo e Reaproveitar. Ou seja, antes de pensar em reciclar uma embalagem, o ideal é evitar sua aquisição (redução) e, se possível, reaproveitá-la (usar um pote de vidro, por exemplo, para armazenar alimentos).

Mas, garantir que as muitas embalagens que utilizamos no dia a dia sejam corretamente encaminhadas para a reciclagem, assim como papéis de escritório, copos e outros objetos descartáveis, é essencial.

Estima-se que 60% de tudo que vai para o lixo em São Paulo poderia ser reciclado. Dessa forma, além de evitar a extração de matéria prima para fazer novos objetos, podemos transformar, por exemplo, garrafas pet em camisetas, latinhas em novas latinhas,  aumentaria a vida útil dos aterros sanitários, com a diminuição da quantidade de lixo a eles destinada diariamente. 

Participar da coleta seletiva é complicado – Mito

Em vários bairros da Zona Sul, o caminhão da coleta seletiva passa duas vezes por semana
Em vários bairros da Zona Sul, o caminhão da coleta seletiva passa duas vezes por semana

Em vários países do mundo, a reciclagem atinge níveis bem avançados. Na Alemanha, o total de resíduos está próximo de zero, graças à redução do consumo e reaproveitamento, reciclagem e compostagem dos orgânicos, além de conversão dos rejeitos finais em energia. Enquanto em outros países, o próprio cidadão leva seu material reciclável a Pontos de Entrega Voluntária, aqui em São Paulo basta estar atento ao horário em que o caminhão passa em sua rua e deixar o material devidamente acondicionado.

A coleta seletiva atende, atualmente, todos os 96 distritos da cidade. Em muitos deles, o caminhão da coleta seletiva passa duas vezes por semana, facilitando ainda mais a vida de quem quer destinar materiais recicláveis da maniera correta.

Na Vila Mariana, por conta da alta adesão da comunidade, o caminhão da coleta seletiva passa duas vezes por semana. 

Brasil é maior reciclador de latinhas – Verdade

ecourbis1

A reciclagem de latinhas de alumínio no Brasil impressiona pelos números e só reforça a importância desse trabalho para a sustentabilidade. Quase a totalidade das latinhas produzidas no país – para refrigerantes, sucos e afins – é reciclada: são 98% do total, de acordo com a Abralatas, Associação Brasileira de Fabricantes de Latas de Alumínio.

No caso do alumínio, a importância maior está no fato de que o alumínio pode ser reciclado indefinidamente e manter a qualidade. Isso significa que precisa ser feita menor extração de matéria-prima, no caso, a bauxita. 

Além disso, a latinha torna-se um material procurado e valorizado, estimulando sua reciclagem, que gera renda para cooperativas de catadores, gerando renda e empregos.

Esse ciclo virtuoso ainda tem outra vantagem: é educativo, estimula a participação da sociedade.

Todo papel pode ser reciclado – Mito

ecourbis11

Realmente, até o papel reciclado pode voltar para o mercado, depois de transformado novamente. Mas, em qualquer caso, só se estiver limpo. Além disso, depois de passar pelo processo algumas vezes, o papel precisa receber fibras virgens de celulose.

A maioria das pessoas sabe que o papel sanitário não pode ser reaproveitado. Lenços de papel, guardanapos também ficam de fora. Papel fotográfico e papeis plastificados e encerados em geral, papel vegetal, celofane, carbono igualmente não são recicláveis. Ou seja, melhor sempre evitar o uso.

Por fim, muito importante: papel sujo e engordurado não pode ser reciclado. Então, mesmo que a caixa de pizza ou embalagem do sanduíche traga o símbolo de reciclagem, elas não poderão ser disponibilizadas  para a coleta seletiva, já que o papel foi danificado.

É possível misturar todos os recicláveis – Verdade

Na CENTRAL MECANIZADA DE TRIAGEM "Carolina Maria de Jesus" , materiais são separados por máquinas e também manualmente
Na CENTRAL MECANIZADA DE TRIAGEM “Carolina Maria de Jesus” , materiais são separados por máquinas e também manualmente

Caixas de papelão (limpas), garrafas pet, embalagens de cosméticos e produtos de limpeza, latas de ferro ou alumínio, potes diversos… Esses e outros objetos recicláveis não precisam ser separados por tipo – basta juntar todos eles em um mesmo saco plástico, ou daquelas sacolinhas verdes feitas para os recicláveis, e disponibilizar para a coleta seletiva.

O saco com os recicláveis  todos deve ser colocado na rua até duas horas antes de o caminhão passar. Para saber quando a coleta seletiva passa em sua rua, ligue 156 (SAC/Prefeitura) ou confira em www.ecourbis.com.br/ecoleta.aspx

O caminhão da diferenciada leva tudo para uma Central Mecanizada de Triagem, que faz a separação com modernos equipamentos, automaticamente, ou para cooperativas  onde os próprios catadores selecionam cada tipo material.

Para saber a data e horário da coleta seletiva, acesse: www.ecourbis.com.br.

AMLURB_aplicação pagina de jornalamlurb

logo_ecourbis

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!